NotíciasVisitas: Contador de Visitas    Verso Portuguesa English Version 

Speedome Loft - Califórnia - Estados Unidos 27-02-2008

Speedome Loft

Califórnia - Estados Unidos

 

Esta é uma singela homenagem a um nome desconhecido dos columbófilos Portugueses, no entanto foi durante várias décadas, um dos melhores embaixadores da columbófilia Portuguesa além-fronteiras!

Manuel Camarrao, nascido na região de Aveiro, muito cedo emigrou para a Califórnia (Estados Unidos), ali fez toda a sua vida e acabando por falecer em 2006. Foi um famoso columbófilo nos Estados Unidos, tendo competido sempre com o nome de "Speedome Loft" e tendo ganho, ano após ano, importantes títulos e Clássicas a todos os níveis, chegando ao ponto de alguns clubes não o aceitarem para competir nos mesmos, devido a Manuel Camarrao dar poucas chances á competição.

Foto - Á esquerda Manuel Camarrao, á direita o meu tio Carlos (Rui Lobato) também ele durante inúmeros anos, columbófilo nos Estados Unidos.

Manuel Camarrao ficou também conhecido nos Estados Unidos como um dos responsáveis pela introdução nos Estados Unidos dos famosos pombos Huyskens-Van Riel. Neste momento muitos columbófilos nos Estados Unidos, Mèxico, Japão, Taiwan, etc. voam com sucesso com pombos das linhagens de Manuel Camarrão, especialmente os seus famosos Huyskens-Van Riel.

A história deste columbófilo Português confunde-se com a da famosa sociedade Belga "Huyskens-Van Riel", os quais foram considerados durate vários anos como o melhor pombal da Provincia de Antuérpia como também a nível Nacional entre 200.000 pombais!

No incio da década de 50, Manuel Camarrao e o seu amigo Dr. Leon Whitney viajaram á Bèlgica e foram adquirir vários pombos directamente ao pombal de Huyskens-Van Riel, alguns anos antes destes decidirem efectuar a sua venda total a qual se realizou  nos dias 13 e 20 de Janeiro de 1957.

Pedigrees de 1955 e 1962 de Manuel Camarrao nos quais se podem encontrar os nomes de alguns dos mais famosos pombos Huyskens-Van Riel, tais como "Vendome", "Bliksem", "Dikkop", etc.!

Em 1975 vieram para Portugal atravês do Navio Escola Sagres, alguns pombos do Sr. Manuel Camarrao, os quais enviou para o meu pai (Manuel Rodrigues). Alguns dos pombos vindos ficaram para o marinheiro que trouxe os mesmos e que por sinal era também ele columbófilo em Lisboa.

Infelizmente após alguns dias de terem chegado a Portugal, um tio meu deixou fugir dois desses pombos, ficando apenas um casal. Esse casal tirou alguns excelentes voadores, destacando-se uma das suas filhas, a qual o meu pai deu o nome de "Americana Guia Branca". Posteriomente a fêmea a qual tinha o n.º PAL963AU/75 foi acasalada com um macho vermelho salpicado de perto de anilha Holandesa ao qual o meu deu o nome de "Picasso" devido á sua cór.

Este casal foi durante anos, o casal base do meu pai, tendo tido vários filhos craques voadores como foi o caso do pedrado 108439/76 o qual voou até 1992 obtendo sempre mais de 9 prémios por campanha (mais de 50 prémios sem doublagem!). A lilás 411948/77 foi provavelmente a melhor voadora de sempre de meu pai, tendo ganho largas dezenas de prémios no top 10. Um outro filho deste casal com o n.º 411946/77 acasalado com uma fêmea malhada da linha "Penas Brancas" do falecido José Maria da Silva, foram os pais da "Malhada" 384768/84 a qual ganhou vários titulos na sua curta carreira como voadora. Esta fêmea foi acasalada com um puro Janssen dos quais nasceu o reprodutor extra "Picasso Janssen".

 

Em 1986 o Sr. Manuel veio de férias a Portugal e tivemos o previlégio de o receber no nosso pombal. Lembro-me bem de lhe mostrarmos os nossos pombos e sem termos dito nada sobre os mesmos, o Sr. Manuel disse-nos "esta malhada e aquela branca são os vossos melhores voadores!". Eu e o meu pai ficamos espantados porque o Sr. Manuel acabava de indicar as duas melhores voadoras do pombal e que nesse mesmo ano tinha ganham várias Anilhas de Ouro e Prata no GC Castanheira!

Em 1990 o meu tio Carlos, também ele columbófilo nos Estados Unidos durante vários anos e com sucesso (toda a sua reprodução era 100% Manuel camarrao) veio de férias a Portugal e com ele vieram alguns ovos dos seus reprodutores e dois ovos muito especiais os quais eram do casal n.º 1 de Manuel Camarrao, ambos os progenitores puros Huyskens-Van Riel. Lembro-me bem de o meu tio me dizer por diversas vezes "pode nascer apenas um ovo mas que seja do casal do Sr. Manuel".

Para nossa sorte nasceu um borracho, e era um dos do casal do Sr. Manuel. Era um bonito macho azul de olhos brancos o qual com alguns meses de idade foi acasalado com uma fêmea azul do nosso tio Fernando de Alcochete, da linha "Penas Brancas". Deste casal tiramos dois borrachos, uma azul guia branca e um macho azul. Logo no primeiro ano ambos foram fabulosos voadores mas para nosso infortúnio o macho trazido em ovo dos Estados Unidos, morreu inexplicávelmente. Em 1992 em plena campanha perdemos a fêmea, já com muitos prémios no top 10, ficando o macho ao qual demos o nome de "Americano". Este macho foi provavelmente o nosso melhor velocista de sempre, vindo para discutir o 1º prémio em praticamente em todos os concursos de velocidade em que foi encestado. Era um verdadeiro "craque" na ascenção da palavra, só que perdia imenso tempo a entrar porque não parava de voar. Em 1992 mesmo a perder minutos atrás de minutos foi Anilha de Bronze de Velocidade. Em 1993 o mesmo acontecia, vinha no bando da frente para ganhar 1º atrás de 1º mas não entrava, então no meio dessa campanha optamos por o colocar na reprodução e em boa hora o fizemos, já que foi um excelente reprodutor mas que infelizmente deixou de fertilizar em 1998.

 

"Americano" ainda é vivo e goza de boa saúde, já com 18 anos de idade!  

O Sr. Manuel perguntava frequentemente ao meu tio Carlos sobre o meu percurso na columbófilia, e desde á muito que pensava ir aos Estados Unidos visitar a minha familia como também o Sr. Manuel, até que em 2006 pedi ao meu tio Carlos para dizer ao Sr. Manuel que finalmente iriamos aos Estados Unidos e que iria cumprir a promessa de ir visita-lo. Passado algum tempo recebi a triste noticia da morte do Sr. Manuel e ainda hoje sinto-me triste por não o ter voltado a cumprimentar e aprender mais um pouco com esse grande columbófilo, de seu nome Manuel Carramao.

Speedome Loft "O Regresso"

Em 2006, após a morte de seu pai, Tony Carramao decidiu dar continuação ao fantástico trajecto do seu pai na columbófilia Norte-Americana e decidiu começar a participar em famosos Derbys (One Loft Races), mantendo as linhagem base do seu pai puras (Huyskens-Van Riel).

 

 

Pura Huyskens-Van Riel de Speedome Loft

 

Puro Huyskens-Van Riel de Speedome Loft 

 

Puro Huyskens-Van Riel de Speedome Loft 

 

Speedome "Novamente o Éxito"

Tendo sido nos Estados Unidos onde nasceu este tipo de competição e cada vez mais popular em todo o mundo, os columbófilos Norte-Americanos apostam forte neste tipo de competição jogando elevadas somas em cada Derby onde participam, muitos deles dedicando-se única e exclusivamente a este tipo de competições.   

 

Tony Carramao

E que belo começo para "Speedome Loft" de Tony Carramao, um 3º na prova final do famoso Derby "Late Hatch Classic" com uma fêmea 50% Huyskens-Van Riel e pouco tempo após este excelente resultado, um estrondoso sucesso ao vencer o famosissimo "Triple Crown" com uma fêmea pura Huyskens-Van Riel!

Esta competição é dificilima, tendo dos pombos participantes de voar três importantes concursos. 

 

Speedome Loft - Vencedores em 2007 do famoso Derby Norte-Americano "Triple Crown"

Brevemente publicaremos a história da famosa sociedade Huyskens-Van Riel como também de artigos sobre estes famosos pombos (Huyskens-Van Riel) de Speedome Loft, publicados na famosa revista "Racing PIgeon Digest".

 

Em Homenagem ao grande Campeão Manuel Carramao (Speedome Loft),

Rui Lobato

Free counter and web stats