José Carlos Almeida Rosa

 ReportagensVisitas: Contador de Visitas 
SOCIEDADE COLUMBÓFILA LEVERENSE 25-08-2012

BODAS DE OURO SC LEVERENSE

“Em Lever a columbofilia está forte, sinto que os columbófilos estão motivados e também sinto que está em crescimento, uma vez que em 2013 teremos mais três columbófilos a viajar pela primeira vez”, disse-nos Manuel José “Pinhal”, o actual presidente da Sociedade Columbófila Leverense.

A Festa de comemoração das Bodas de Ouro da SC Leverense teve lugar no dia 25 de Agosto de 2012 (Domingo), e iniciou-se na Igreja de Lever com a Oração de Benção, seguindo-se a Romagem ao Cemitério para deposição de uma coroa de flores em homenagem aos columbófilos leverenses falecidos. Foi uma cerimónia muito participada e sentida.

Os columbófilos seguiram então para o Centro Social Luso Venezolano, onde decorreu o almoço convívio participado por 90 pessoas, entre as quais destacamos as presenças de José Albuquerque (FPC), Paulo Sampaio e Vasco Pereira (ACD Porto), Rogério Valente Martins (SC Asas Crestuma), Luís Gonçalves (Junta Freguesia de Lever) e Mário Fontemanha (Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia).

Após o almoço, houve troca de lembranças, os habituais discursos e José Albuquerque fez a entrega da Medalha Dourada da FPC + Diploma, tendo sido este o momento mais aplaudido do dia. Cantou-se os parabéns, cortou-se o bolo e a festa terminou com um leilão de borrachos dos 10 primeiros classificados da Campanha 2012.

Durante a festa, Luís Moura, em representação do Jornal "Mundo Columbófilo", ouviu Manuel José "Pinhal" (Presidente da colectividade), e o único sócio-fundador ainda em actividade, o carismático Salvador Gama

Classificações 2012

Geral (33 concorrentes)

1º - Salvador Gama

2º - Hernâni Paiva Alves

3º - José Carvalho

4º - Manuel Pereira

5º - Alberto Santos Costa

6º - Manuel Sousa Pereira

7º - Pedro Pinheiro

8º - Salvador Rocha

9º - Manuel Sobral Cunha

10º - Álvaro Pinto Neves

Velocidade e Meio-Fundo : Bernardo Ferreira Sousa

Fundo : Salvador Gama

 

 

A—A

A deposição da coroa de flores em honra dos columbófilos leverenses já falecidos

 

MANUEL JOSÉ "PINHAL"

Presidente da SC Leverense

O que o motivou a assumir o cargo de presidente da colectividade ?

Sou pela primeira vez presidente da Direcção da Sociedade Columbófila Leverense, mas já tinha ocupado a presidência da Assembleia Geral.

Aconteceu uma situação em que a anterior Direcção já tinha muitos anos de trabalho, ninguém queria assumir o cargo e resolvi avançar com a intenção de ajudar esta colectividade e implementar novas ideias de gestão.

Um comentário a este primeiro ano de mandato...

Este primeiro ano de mandato decorreu muito bem, não foi difícil.

Saliento que os columbófilos leverenses estão sempre receptivos a trabalhar, considero até que trabalham mais do que as possibilidades que têm.

A dificuldade da Direcção foi, e é, coordenar o trabalho nos momentos em que é preciso, pois nem todos têm disponibilidade de tempo nessas alturas, sendo que, por vezes, noto que são quatro ou cinco elementos que têm que fazer o trabalho de todos, mas temos de entender que este é um trabalho voluntário e as pessoas têm os seus compromissos, nomeadamente profissionais.

Qual a situação em que se encontra a columbófilia em Lever ?

Em Lever, a columbófilia está forte, sinto que os columbófilos estão motivados e também sinto que está em crescimento, uma vez que em 2013 teremos mais três columbófilos a viajar pela primeira vez.

Temos apelado às pessoas e em particular aos jovens para que se tornem columbófilos.

Apelamos ainda aos mais "velhos" para que incentivem os mais novos. Digo mais, todo aquele que queira iniciar-se neste desporto, pode dirigir-se à SC Leverense que esta Direcção procurará ajudá-lo na medida das nossas possibilidades, tanto ao nível de pombos, como de qualquer outra questão.

Qual é a grande preocupação da Direcção ?

A nossa grande preocupação é a parte financeira. Não devemos nada a ninguém, mas temos de trabalhar com afinco e ser inventivos para podermos realizar as obras de melhoramento da sede a que nos propusemos. Nesse sentido, durante a Campanha 2012 realizámos vários sorteios, um leilão na sede e outro via internet. Os lucros permitiram-nos pintar o interior da sede, comprar um televisor novo e arranjar o muro exterior. Neste capítulo, realço a oferta de um antigo columbófilo que ofereceu o balcão do bar e outro mobiliário.

No futuro próximo pretendemos substituir a arca frigorífica e alisar as paredes exteriores do edifício sede. Queremos que o edifício da sede tenha uma nova imagem, um ar mais moderno e convidativo.

Estamos a fazer, a Direcção e os associados, um grande esforço, esperamos que este seja reconhecido pela Junta de Freguesia local e que esta colabore dentro das suas possibilidades.

Perspectivas para 2013 ...

Em 2012, foram 35 os columbófilos que participaram nos nossos campeonatos. As previsões para 2013 são de 40, todos a encestar, uma vez que a Assembleia não aceitou a abertura de doublagem proposta pela Direcção.

Nas redondezas, houve várias colectividades que interromperam a prática da modalidade, pelo que é nosso pbjectivo trazer até nós esses columbófilos. Temos para lhes oferecer uma boa organização e uma competição ao mais alto nível, pois a SC Leverense está entre as melhores do distrito, como comprovam as suas classificações e as dos seus associados.

1962 - 2012 ... 50 anos

A comemoração das Bodas de Ouro resumiu-se a este dia. Tínhamos mais ideias, mas as verbas disponíveis não davam para tudo. Não tivemos apoios praticamente nenhuns, tudo se resume ao esforço da Direcção e dos seus associados.

Mensagem aos columbófilos ...

O que posso dizer aos columbófilos é que sejam optimistas. Todos sentimos que esta modalidade está um pouco cara, mas os columbófilos devem adaptar a dimensão da sua colónia à sua disponibilidade económica e de tempo. Nem todos podem ser campeões, cada um deve lutar para ter os seus pombos saudáveis e em forma, depois, se não marcar os prémios pretendidos, tem de ter paciência e aproveitar tudo o que a columbófilia tem para nos dar, pois para além dos títulos há muito mais neste desporto que pode ser apreciado e vivido.

 

SALVADOR GAMA

Um dos Fundadores da SC Leverense

Salvador Gama, um nome incortornável da columbófilia leverense, não só por ser o único dos fundadores ainda em actividade, mas também por ser aquele com o melhor palmarés de todos aqueles que passaram pela SC Leverense ... é o actual Tri-Campeão e foi Campeão Distrital de Fundo nos distritos de Aveiro e do Porto.

Nesta data tão importante, Mundo Columbófilo quis saber um pouco mais sobre aquilo que o motiva a manter a sua colónia ao mais alto nível competitivo e isto desde 1946 ... é obra !!!

O início

A columbófilia em Lever começou por mim. Na minha juventude, em Lever ainda ninguém tinha pombos-correio. Eu ouvia falar disso, mas não percebia nada. Certo dia fui a Avintes e perguntei quem era o melhor columbófilo. Disseram-me que era o Neca Trinta. Fui ter com ele e perguntei-lhe se me queria vender pombos. Olhou para mim, eu era um rapazito novo. Perguntou-me ... tu tens dinheiro para pagar ? Respondi-lhe que sim. Mandou-me entrar. Acabei por trazer 8 pombos, pelos quais paguei 800 escudos, o que em 1946/1947 era muito dinheiro. Fiz um pombal em casa dos meus avós e meti lá os pombos. Passado três anos fui campeão na SC Crestuma.

Em Lever, as pessoas começaram a ver os meus pombos voar e a chegar dos concursos, algumas entusiasmaram-se e tornaram-se columbófilas, estou a falar do Salvador da Torre, do Neca Cunha, do Ramalho, do Neca Batata, entre outros.

Qual o segredo de ter uma colónia competitiva ao longo de todos estes anos ?

O segredo é ter amigos ou ter dinheiro. Um columbófilo se quer ser competitivo não pode adormecer, tem que estar sempre à procura de bons pombos. Para minha felicidade travei uma grande amizade com o Rui e o Paulo, da Maceira, e de lá têm vindo bons pombos. Assim como muitos outros bons columbófilos de norte a sul de Portugal que gostam de trocar pombos comigo, como por exemplo o Racha. Essas introduções são cruzadas com a minha linha de pombos e o resultado está à vista de todos.

Ao longo destes anos, qual foi o título que mais alegria lhe deu ?

Talvez tenha sido o distrital de fundo da ACD Aveiro. O Germano desafiou-me para ir à SC Santiago Lobão. Dizia que não ficava nos primeiros 15. Eu disse-lhe, acho que em todo o distrito de Aveiro não há 15 columbófilos melhores do que eu e o Germano está a dizer que eu em Santiago Lobão não fico nos primeiros 15 ? Decidi aceitar o repto e inscrevi pombos na referida colectividade. No final e lembro que nessa altura a colectividade encestava 2800 pombos, sagrei-me Campeão de Velocidade, 3º Meio-Fundo, Campeão de Fundo, conquistei a Taça do Arruma e sagrei-me Campeão Distrital de Fundo. Relembro que sou o único columbófilo com esse título nos dois distritos (Aveiro e Porto).

Como sente o estado actual do desporto columbófilo ?

Eu desejava que a columbófilia estivesse em expansão, mas não vejo grandes hipóteses porque tudo está cada vez mais caro. O saco de ração custa agora 13,80€. Sei que há pessoas que queriam ser columbófilas, mas não têm dinheiro para o ser e os que o são precisam de ter muito amor aos pombos-correio para ainda continuarem a praticar este desporto.

Pensar à Campeão ...

A finalizar a nossa conversa, Salvador Gama contou-nos uma história que reflecte bem a sua forma de estar na columbófilia ... Certa quarta-feira, apareceu em minha casa um columbófilo conhecido por "Electrónico". Entrou no meu pombal e pediu para ver um pombo. Observou-o, abriu-lhe a garganta e disse ... está cheio de amarelos, você está "lixado". Não dormi nas noites seguintes. A minha mulher até me perguntou, Oh homem, passa-se alguma coisa ? No domingo, tive 7 pombos juntos para ganhar o primeiro prémio. Na segunda-feira seguinte, o "Electrónico" foi a minha casa saber como tinha decorrido o concurso. Fomos ao pombal, pegou num pombo e disse-lhe ... Olhe, levante as penas do rabo e veja se o pombo tem o cu limpo que você não percebe nada disto, eu ganhei do 1º ao 7º !!!

Com isto quero dizer que pode ver-se a asa, pode ver-se os músculos, pode ver-se os olhos e a garganta, mas no fim de tudo para se ganhar o que é preciso são pombos bons e com saúde e é isso que eu procuro ter no meu pombal.

Salvador Gama na Exposição Nacional em Coimbra, com o pombo "750" que foi Campeão Nacional de Velocidade e Meio-Fundo. E com o "749" que foi o 3º classificado

O famoso "750" (ganhou + de 20 primeiros prémios) - Campeão Nacional

Campeão Absoluto em Crestuma

 

Campeão em Mafamude e Campeão em Santiago Lobão

 

DISTRIBUIÇÃO DE PRÉMIOS 2010


Distribuição de Prémios de 2010 SC Leverense

 
Distribuição de Prémios de 2010 

 
Almoço de Distribuição de Prémios de 2010 


Almoço de Distribuição de Prémios de 2010

 
Almoço de Distribuição de Prémios de 2010

 
Almoço de Distribuição de Prémios de 2010


Distribuição de Prémios de 2010