José Carlos Almeida Rosa

 ReportagensVisitas: Contador de Visitas 
STEVEN, CÁTIA & JOSÉ CARLOS - FARO 31-01-2008

STEVEN, CÁTIA & JOSÉ CARLOS . FARO  

BI-CAMPEÕES DISTRITAIS VELOCIDADE E MEIO-FUNDO ACD FARO (ZONA CENTRO) - 2003 + 2004

BI-CAMPEÕES VELOCIDADE E MEIO-FUNDO SC FARO - 2003 + 2004

2005... VICE-CAMPEÕES VELOCIDADE E 3º MEIO-FUNDO SC FARO 

3º VELOCIDADE E 3º MEIO-FUNDO ACD FARO (ZONA CENTRO)

2006... 4º VELOCIDADE E 5º MEIO-FUNDO SC FARO

4º VELOCIDADE E 6º MEIO-FUNDO ACD FARO (ZONA CENTRO)

2007... CAMPEÕES MEIO-FUNDO SC FARO

CAMPEÕES MEIO-FUNDO E VICE-CAMPEÕES VELOCIDADE ACD FARO (ZONA CENTRO)

2008... Não concursaram

Certamente que ninguém porá em dúvida, no mundo em que vivemos e da forma como é praticada a columbófilia, que concorrer e ser-se Campeão na Sociedade Columbófila de Faro, seja a suprema ambição e a almejada consagração de todos quantos praticam a columbófilia nesta região algarvia !!!

Se a isso acrescentarmos que os vários campeonatos disputados nesta colectividade são normalmente muito competitivos, fácilmente chegaremos à conclusão que os principais candidatos ao título de Campeões Distritais, sejam na sua maior parte, da SC Faro.

Com o devido e merecido destaque, damos a conhecer, os Bi-Campeões de Velocidade e Meio-Fundo na SC Faro e do Distrito (Zona Centro).

QUEM É QUEM

STEVEN, CÁTIA & JOSÉ CARLOS

STEVEN - Principal obreiro e estratega desta famosa e reputada colónia, é também um dos mais prestigiados columbófilos, seja a nível local, distrital e nacional.

Extremamente organizado, metódico e rigoroso, dedica-se com empenho e profissionalismo, à condução da colónia, já que, para ser-se campeão, para ser o melhor, é preciso ter o espírito de sacrifício, trabalhar afincadamente e ser-se rigoroso naquilo que se faz.

CÁTIA - O elemento mais jovem que integra a equipa (11 anos), filha do Steven, simbolizando a união e o espiríto columbófilo, de que, um pouco por todo o país, os columbófilos tentam incutir e transmitir aos seus filhos, o amor ao pombo-correio e a paixão pelo nosso desporto.

JOSÉ CARLOS - Considerado um dos grandes dinamizadores e impulsionadores da temática columbófila, procura divulgar e fomentar o desporto columbófilo, através da Comunicação Social (Imprensa Regional Algarvia e "Mundo Columbófilo").

Foi também, entrevistado por uma das mais consagradas rádios nacionais (RDP-Antena 1), onde entre outros assuntos de índole temática, elogiou o excelente trabalho desenvolvido pela Associação Columbófila do Distrito de Faro (ACD Faro), no âmbito do Apoio Veterinário/Jurídico e ainda do Projecto "Columbófilia nas Escolas".

Recentemente (Entrega de Prémios/2008 da ACD Faro, realizada a 22/11/2008, na Quinta do Sobral, em Castro Marim), foi alvo de uma homenagem "pelo excelente trabalho de divulgação da Columbófilia Algarvia e Nacional", desempenhando um papel fundamental no Gabinete de Imprensa da ACD Faro, sendo um dos principais coordenadores do Suplemento da ACD Faro, publicado no semanário "AlgarvePress" e editado mensalmente.

Responsável pela logística e manager da colónia, ingressou na equipa em 2003, constituindo uma mais-valia. Está umbilicalmente ligado aos êxitos desta colónia, onde 70 a 80% dos reprodutores, são oriundos do saudoso columbófilo: José Miguel Almeida (seu tio), onde pontificam os famosos Janssen do "Almeidinha".

AS INSTALAÇÕES

Situadas na zona poente, numa das entradas a norte da cidade de Faro, mais exactamente na Estrada Senhora da Saúde, podemos encontrar as magníficas instalações dos bi-campeões.

Inseridas numa zona verde, dotadas de excelentes e funcionais estruturas, as instalações principais (piso superior), albergam quatro pombais, sendo dois para fêmeas adultas (poleiros) e os outros dois, com ninhos, estão destinados aos machos adultos. No piso superior podemos encontrar ainda uma arrecadação, onde são guardados os mais diversos utensílios para uso diário.

No piso inferior, podemos encontrar os pombais dos reprodutores e os dos borrachos do ano, existindo ainda uma arrecadação onde estão armazenados os vários tipos de ração.

No pátio fronteiriço aos pombos do piso inferior, encontra-se uma banheira de dimensões generosas construída em alvenaria, onde em pleno defeso, os pombos usufruem do banho retemperador.

Todos os pombais são construídos em alvenaria, tendo os do piso superior a particulariedade de possuírem uma caixa de ar de forma a que se possa controlar, rigorosa e eficazmente, a entrada de ar.

De dimensões generosas, os dois pombais das fêmeas albergam 75 aves, salientando-se o pormenor de a cerca de 30 cm do solo estarem instaladas grades de ferro, de forma a evitar o indesejável acasalamento.

O interior dos pombais dos machos adultos é composto por 24 ninhos cada, em que os poleiros em plástico, com base em madeira, estão colocados na patilha do respectivo ninho.

Quanto aos sistemas de constatação, estes campeões utilizam o sistema de entradas electrónicas (Tipes), sistema que pela sua utilidade, a pouco e pouco se vai estendendo a todo o país. Será, já o é, uma autêntica revolução que se reflecte não apenas na comodidade que proporciona ao columbófilo, mas também um passo significativo na evolução do desporto columbófilo.

 

  

Steven e José Carlos

AS ORIGENS

As origens - as bases da actual colónia - assentam fundamentalmente na aquisição total da colónia do saudoso José Miguel Almeida, onde pontificavam os Janssen.

Podemos adiantar que 70 a 80% dos reprodutores e voadores da colónia são descendentes destes pombos.

     

HISTÓRIA DOS JANSSEN DO "ALMEIDINHA"

O José Miguel Almeida, adquiriu dos pombais dos Irmãos Janssen (através de João Quinta Gomes), um borracho (fêmea), acasalando-a com o que tinha de melhor no seu pombal, fruto das melhores linhagens de pombos que existiam em Faro: os "Fabrys" de Marcelino Branco, e os "Vinois" de João da Glória.

Do acasalamento Fabry x Vinois x Janssen, o borracho/fêmea pôs dois ovos. Talvez por deficiência ovárica, esta fêmea pura Janssen, não mais voltaria a pôr.

Resultado: desses dois ovos nasceram dois borrachos (um macho e uma fêmea), autênticos craques a voar e a reproduzir.

O saudoso "Almeidinha", homem simples, de bom coração e amigo do seu amigo, emprestou esses pombos ao Steven, de que tirou alguns borrachos. Tão encantado ficou com os resultados que a partir daí, não quis mais qualquer outra linha de pombos.

Entretanto, e até aos dias de hoje, um pouco por todo o Algarve, descendentes destes pombos, continuam a fazer as maiores alegrias aos seus proprietários.

MÉTODOS DE VÔO

De forma generalizada, as épocas desportivas são iniciadas com 123 pombos adultos (75 fêmeas e 48 machos), jogados na viuvez em poleiros.

O sistema predominante desta equipa de campeões, consiste no jogo com as fêmeas, ficando os machos nos ninhos à sua espera nos dias de concurso. As fêmeas fazem um treino em linha na ordem dos 100/150 km.

À chegada dos concursos, as fêmeas entram nos ninhos onde são alimentadas com cevada, permanecendo 2/3 horas junto com os machos. Depois são separadas e alimentadas novamente.

No dia seguinte ao concurso, gozam um merecido descanso, não voam, de forma a que a sua recuperação se processe mais rápidamente. Nos dias seguintes fazem vôo bi-diários, com duração progressiva.

No que concerne à alimentação, estes campeões utilizam dois tipos de ração. De início ração leve (dieta), aumentando progressivamente para outra mais grossa (sport). Estes campeões não se preocupam com a quantidade de ração, servem com abundância e retiram-na quando verificam que os seus pombos ficam saciados, tanto em provas de velocidade ou meio-fundo.

Os resultados finais, são o comprovativo fiel e inegável de que o sistema é bom.

Em relação aos suplementos, o campeão Steven afirma: "utilizo aqueles que considero mais indicados e apropriados para cada situação, produtos que todos os columbófilos podem encontrar nas casas da especialidade".

Ainda neste contexto o campeão José Carlos afirma: "são cada vez mais os columbófilos que procuram nos medicamentos (vitaminas, etc...), fórmulas mágicas para obterem dos seus pombos boas performances quando, na realidade, a questão se centra na sua insuficiência como jogadores de pombos, assim como na falta de qualidade dos seus pombos!".

Concluindo o seu raciocínio, José Carlos admite que... "as boas vitaminas possam suprir e satisfazer as necessidades dos pombos, permitindo-lhes alcançar boas performances, mas tudo assenta fundamentalmente no binómio "columbófilo-pombo", ou seja, no columbófilo com "visão" e "mãos" como jogador, e na qualidade intrínseca dos seus alados. Tudo o resto virá por acréscimo".

DEFESO

Finda a Campanha Desportiva, efectuam o tradicional acasalamento, deixando cada casal criar um par de borrachos, de forma a limparem as carnes e activarem a circulação sanguínea de todos os voadores.

Parte desses borrachos não serão aproveitados, conservam e aproveitam os borrachos dos melhores casais de voadores.

Neste período (acasalamento-choco), soltam diáriamente os seus pombos com liberdade condicionada (uma a duas horas) de forma a exercitarem os músculos e usufruírem dos refrescantes banhos.

Depois de criarem os filhos até à idade de grão, são separados, permanecendo em descanso absoluto no pombal, para que a tão exigente muda decorra com normalidade e naturalidade.

Os suplementos (vitaminas, minerais, produtos naturais) assim como a alimentação, são os que consideramos apropriados para a época e que estão à venda nas casas da especialidade.

A profilaxia de modo algum é descurada. Fazem-se os respectivos tratamentos ou até a própria vacinação, sempre que seja considerado oportuno fazê-los.

OPINIÕES

SOCIEDADE COLUMBÓFILA DE FARO

Profundamente orgulhoso da "sua" colectividade, José Carlos afirma... "A SC Faro é uma das mais populares e prestigiadas no panorama columbófilo algarvio e nacional, já que os seus campeonatos têm a garantia de um elevado grau de competitividade e de onde saem grande parte dos candidatos ao título de Campeões Distritais.

O património desportivo da SC Faro, ficou ainda mais fortalecido com a edificação da Aldeia Columbófila de Faro, que está dotada de condições ímpares na região algarvia, e considerada como uma das melhores do país.

De realçar também, a organização do Derby Internacional de Faro, que com espírito dinâmico e empreendedor, é sua intenção dinamizar e projectar este evento, ao nível desportivo do que de melhor se faz no país..." finalizou José Carlos.

Também impregnado pelo fervor clubístico da sua colectividade, Steven afirma que... "marcando-se bem na SC Faro, é sinónimo de se marcar bem no distrito...".

APOIO VETERINÁRIO

"Saudamos e felicitamos a ACD Faro, por disponibilizar de forma gratuita um serviço de apoio-veterinário, dirigido pelo médico-veterinário Luís Martins. Este percorre as colectividades do Algarve, onde elucida os columbófilos dos conceitos higio-sanitários, relacionados com a criação do pombo-correio...

Como corolário da sua entrega e contribuição à causa columbófila, o Dr. Luís Martins foi agraciado pela FPC, aquando da entrega de prémios da ACD Faro/2005..."

CAMPEONATOS GERAIS VS ESPECIALIDADES

"Consideramos as especialidades como garantia para o futuro da columbófilia no Algarve, e mesmo a nível nacional, pois representará uma evolução significativa do desporto columbófilo. Não é crível, nem comum, ver-se um atleta de pura velocidade (ex. 100 metros), estar competindo em igualdade de circunstâncias, com outro atleta numa prova de 20 Km ou maratona.

A columbófilia evoluiu bastante, mercê de novos conceitos e métodos de jogo das novas tecnologias, de toda uma panóplia de medicamentos e suplementos alimentares, agora acessíveis a todos. O transporte de pombos também evoluiu, as vias de comunicação (melhores estradas), tudo melhorou, enfim, pratica-se uma columbófilia mais moderna, mais competitiva e acima de tudo mais respeitada.

É nossa convicção que as Especialidades serão o futuro, caberá ou não, aos columbófilos portugueses adaptar-se a essa forma de praticar o nosso desporto."

AS QUATRO REGRAS DE OURO

1º) - Ter bons pombos; 2º) - Pombos saudáveis; 3º) - Um bom pombal; 4º) - O columbófilo

HOMENAGEM EM MEMÓRIA DO "ALMEIDINHA"

"Por devido e justo reconhecimento, a equipa Steven, Cátia & José Carlos, dedica esta reportagem às vitórias e títulos alcançados, em sentida e singela homenagem ao saudoso columbófilo: José Miguel Almeida "ALMEIDINHA".

Expressamos também o nosso apreço e consideração ao grande amigo, Manuel Cruz, de Matosinhos."

JOSÉ CARLOS - GABINETE DE IMPRENSA ACD FARO

 

1861192/01 - Anilha Ouro Geral SC Faro/2004

Anilha Ouro Velocidade ACD Faro/2005 (Zona Centro)

 

 

 

CAMPEONATO MEIO-FUNDO/ZONA CENTRO/2005/A.C.D.FARO - 1º GILBERTO GONÇALVES "SUGA" - 2º RUI EMÍDIO - 3º STEVEN, CÁTIA & JOSÉ CARLOS - 4º LUÍS & LUÍS - 5º CARLOS PIRES PEREIRA 

 CAMPEONATO VELOCIDADE/ZONA CENTRO/2005/A.C.D.FARO - 1º FLÁVIO SANTOS - 2º AMÉRICO & AMÉRICO - 3º STEVEN, CÁTIA & JOSÉ CARLOS - 4º IBÉRO FÉLIX ROSA (LILIANA ROSA) - 5º LUÍS JARA VIEGAS

  STEVEN ANGÉLICO, ERGUE AO ALTO O TROFÉU, OFERECIDO PELA CÂMARA MUNICIPAL DE  FARO PARA O 1º CLASS. DO DERBY INT. FARO/2006, TENDO GANHO O POMBO Nº 6132114/06 DA EQUIPA DE CÁTIA ANGÉLICO-FARO 

ACD Faro homenageou José Carlos Almeida Rosa "pelo excelente trabalho de divulgação da Columbófilia Algarvia e Nacional" - António Ramalho (Presidente ACD Aveiro) e o Dr. Luís Pombeiro (Presidente Mesa do Congresso FPC) também se associaram a esta homenagem - Cerimónia de Entrega de Prémios ACD Faro / 2008 - Quinta do Sobral - Castro Marim (22/11/2008)

 

Placa simbolizando a Homenagem da ACD Faro a José Carlos Almeida Rosa pelo excelente trabalho de divulgação da Columbófilia Algarvia e Nacional - Cerimónia de Entrega de Prémios ACD Faro / 2008 - Quinta do Sobral - Castro Marim (22/11/2008)

 JUNTANDO O ÚTIL AO AGRADÁVEL, STEVEN E JOSÉ CARLOS (DEPOIS DE ASSISTIREM ÀS SOLTAS DE ALGOZ PARA OS DISTRITOS DE BRAGA E DO PORTO (25/03/2007), TAMBÉM EFECTUARAM UM TREINO AOS SEUS ALADOS

 SOLTA DE POMBOS DE ALGOZ PARA FARO (TREINO) - JOSÉ CARLOS PRESENTE NAS SOLTAS DE ALGOZ PARA OS DISTRITOS DE BRAGA E DO PORTO, PREPARANDO-SE PARA FAZER MAIS UM TREINO AOS ALADOS DE STEVEN, CÁTIA & JOSÉ CARLOS (SC FARO)

 

Steven, Cátia & José Carlos - Campeões Meio-Fundo 2007 ACD Faro (Zona Centro)

Campeões por Zonas: Steven, Cátia & José Carlos: Campeões Meio-Fundo 2007 ACD Faro (Zona Centro)

José Carlos com a faixa de Campeão Meio-Fundo SC Faro/2007 (Steven, Cátia & José Carlos)

José Carlos, Steven e Catarina Angélico - Entrega de Prémios SC Faro/2007

Os Campeões SC Faro/2007

Campeões SC Faro/2007: Aníbal Guerreiro (Fundo), Asas do Algarve (Paulo e António - Velocidade e Absoluto), Steven, Cátia & José Carlos (Meio-Fundo)

 

Rui Emídio (Presidente ACD Faro), Rogério Germano (Coordenador Conselho Técnico ACD Faro), Mariano Villalba (Secretário da Federación Andaluza de Colombofilia), José Carlos (Gabinete de Imprensa ACD Faro) e Armindo Medeira (Vogal Conselho Técnico ACD Faro)


Amílcar Tomás (Tavira), Licínio (Altura), Alberto Vicente (Altura), José Carlos (Faro), Mário Teixeira (Luz de Tavira) e Fernando Laranjeira (Loulé)- Derby Luzense 2008 (06/07/2008)