José Carlos Almeida Rosa

 ReportagensVisitas: Contador de Visitas 
EM DESTAQUE : GRUPO COLUMBÓFILO "OS UNIDOS DE TRAVANCA" 31-08-2008

Grupo Columbófilo ‘Os Unidos de Travanca’

“Colectividade estável e de referência”

O Grupo Columbófilo ‘Os Unidos de Travanca’ (GCUT) foi fundado em 29 de Janeiro de 1999, tendo substituído a secção cultural de Travanca após um ano de paragem. Com apenas nove anos de existência é uma “colectividade estável e de referência”, algo que se deve ao trabalho e valor dos actuais directores e outros que, em tempos, fizeram parte dos corpos gerentes.

 

 

O grande entusiasta e criador desta colectividade de Travanca foi Emídio Silva, quem a actual direcção louva pela iniciativa. A sede própria, camião para treinos de colectividade, meios informáticos que a modalidade exige são bens que deixam os actuais dirigentes “muito orgulhosos por, em tão pouco tempo, haver tanta obra feita”.


Este ano, a prioridade foi a construção de um poço a fim de haver água própria na colectividade, um custo que “pesa muito no orçamento, mas que, mais uma vez, será superado de certo”.


Em estudo está a construção de um paredão do lado do ribeiro que passa junto da nossa colectividade e que está a “causar enormes estragos”, pois leva com ele o terreno e causa fissuras nas paredes da colectividade. Para a obra, o GCUT conta com o apoio da Junta de Freguesia de Travanca. “Temos pena que outros responsáveis não se interessarem pelo caso. O ribeiro não é nosso e temos de o levar em cima, corremos o risco de ficar sem sede própria”, lamentou o presidente Pedro Pires.


Campeonato feminino marca lugar
O Grupo Columbófilo ‘Os Unidos de Travanca’ conta com 70 associados, nos quais 43 são praticantes da modalidade na nossa colectividade. Entre estes associados está uma jovem columbófila, Carla Sofia, o que é para nós motivo de muito orgulho.


Foram inscritos pela nossa colectividade 1476 pombos na ACDA, a fim de participar nas provas Nacionais, seis de Velocidade (de 150 km a 300 km) e seis de Meio Fundo (de 301 km a 500 km), 3731 pombos para provas internacionais, seis provas de Fundo (de 501 km a 800 km), que se realizam em território Espanhol.


Dos 1476 pombos inscritos para provas nacionais, 330 são de equipas secundárias que dão origem a equipas femininas, campeonato este que tem tido muita adesão. Este ano, a associação contou com 15 participantes. “Tem sido um campeonato muito interessante, que em boa hora a ACDA criou, com o objectivo de se tornar um desporto familiar e por já em muitos casos as senhoras fazerem parte de tarefas diárias, ajudando assim os columbófilos que, por falta de tempo, podem continuar com bons resultados”, afirmou o presidente Pedro Pires.


Novos valores surgem
‘Os Unidos de Travanca’ criou um campeonato de Borrachos, que tem sido uma mais-valia, pois “o entusiasmo tem sido grande assim com a adesão, sendo mais uma forma de competição, convívio e confraternização”, explicou o jovem presidente.


Nesta colectividade, desde o inicio, da sua existência a competição foi forte e crescente, com columbófilos de top do distrito de Aveiro, tendo eles conquistado vários lugares no pódio a nível Distrital e Nacional.

 

 Alguns responsáveis pelos excelentes êxitos da colectividade, foram Emídio Silva, António Palhas e Carlos Aguiar, que entretanto deixaram de estar entre nos deixando a saudade. Outros continuam, como Jorge Almeida, Domingos Carlos, Orlando Silva, Fernando Resende, Fernando Rodrigues, José Santiago, Agostinho Ferreira, Delmar Pereira …e novos columbófilos, prata da casa estão a revelar se, dando nome e continuidade aos bons êxitos, como Pedro Pires, Irmãos Brandão, Ricardo Alexandre, Francisco Paiva, Paulo Sérgio e Paulo Aguiar.

 

Grupo Columbófilo ‘Os Unidos de Travanca’ organiza ‘Gala dos Campeões de 2008’

Jorge Almeida campeão em 2008

A equipa, liderada pelo jovem Pedro Pires, foi elogiada durante a ‘Gala dos Campeões de 2008’. A dinâmica do presidente tem sido uma realidade e o seu desempenho é reconhecido pelas entidades distritais e nacionais. A presença forte de senhoras também é um elemento a salutar.



O Grupo Columbófilo ‘Os Unidos de Travanca’ esteve, mais uma vez, em festa com a habitual ‘Gala dos Campeões’, que reuniu cerca de 150 pessoas, entre columbófilos, familia­res e amigos. O principal destaque vai para a participação, em massa, do sexo feminino, que está a ganhar terreno numa modalidade que, em tempos, era exclusivamente masculina. Jorge Almeida já começa a ser tradição vencer a Gala dos Campeões, em Travanca.

Apesar de muito recente, esta colectividade tem somado vários êxitos que foram elogiados por Luís Silva. Além disso, ‘Os Unidos de Travanca’ são liderados por uma equipa jovem que, com o apoio de columbófilos mais experientes, tem levado a ‘bom porto’ o nome da columbofilia.

Contando com cerca de 43 desportistas, a competição tornou-se mais digna e renhida, contribuindo, desta forma, para grandes resultados a nível distrital.

OS VENCEDORES DOS CAMPEONATOS GERAIS (FEMININO E DA COLECTIVIDADE - MARIA GORETE E JORGE ALMEIDA)

Senhoras cada vez mais presentes
Segundo Pedro Pires, presidente do Grupo Columbófilo de Travanca, “a família dos columbófilos marca, cada vez mais, estes encontros, constituindo uma realidade n’ Os Unidos de Travanca”. Sublinhou que o ‘cartão de visita’ desta colectividade passa, essencialmente, pela realização da ‘Gala dos Campeões’, na qual “as senhoras estão a ganhar cada vez mais passos”. A vencedora do campeonato feminino foi Maria Gorete .

Pretendendo mostrar que a columbófilia não é somente um desporto para homens, o campeonato feminino vai já na sua segunda edição, e é encarado pelos directores como uma iniciativa diferente, que se enquadra muito bem neste desporto, que muitas das vezes é praticado ao nível familiar.

O responsável realçou, ainda, que “chegámos a certas alturas cansados e desanimados e aqui, na Gala dos Campeões, sentimos que todo o nosso trabalho é reconhecido. ‘Os Unidos’ são diferentes; quando os columbófilos têm de estar, estão! Aproveito para agradecer a todos aqueles que nos visitaram esta época, em especial, aos emigrantes que estiveram presentes no nosso leilão e na Gala dos Campeões”.

A presença feminina associou-se à Festa do GC "Os Unidos de Travanca, dando mais brilho, alegria e beleza a esta grande manifestação columbófila

“Temos um trunfo muito grande…”
Pedro Pires lembrou que os campeonatos femininos e de borrachos têm despertado o interesse de muitas pessoas para a modalidade. O presidente focou que o Grupo Columbófilo de Travanca é rico em muitas coisas, principalmente “nas boas acções das pessoas que o compõem”. “Nos Unidos não há segredos. Temos um trunfo muito grande que são o grupo de directores que possuímos”.

Neste convívio da columbofilia de Travanca não esteve presente qualquer representante da Câmara Municipal, por coincidir com o período de férias.

Pedro Pires (Presidente GC "Os Unidos de Travanca") no seu discurso

Eles disseram...
“A satisfação é muito grande em estar aqui. Não obstante as classificações vocês são todos campeões! Quanto à atribuição de subsídio, a Junta de Freguesia, na próxima semana, deixará disponível 500 euros referente ao Plano de Actividades. Esta é uma modalidade com muito valor digno de um relacionamento nobre entre o animal e o columbófilo. Parabéns ao campeão Jorge Almeida e a todos os restantes columbófilos”.
Nuno Jesus, presidente da Junta de Freguesia de Travanca

Nuno Jesus (Presidente da Junta de Freguesia de Travanca) em pleno discurso

“O campeão de Travanca é um adversário muito difícil de combater e, por isso, faz com que aqui todos sejam lutadores. O Jorge Almeida já nos habituou a ser campeão, mas temos que trabalhar para o vencer. Vamos entrar na pré-cam­panha, daí querer deixar um apelo para que não usem vacinas que não estejam homologadas. Não facilitem”. Sobre as questões das vacinas obrigatórias, solicitou aos columbófilos que não usassem vacinas não homologadas, dado que existe uma norma nova que obriga a vacinação a ser efectuada com controlo técnico. E, nesse sentido, considerou necessário que os columbófilos informassem a Associação da data para vacinação dos pombos, de modo a que se faça o devido acompanhamento do processo. A propósito das pessoas que dizem que "a Federação é que era culpada" por esta norma, esclareceu que aquela apenas se vê obrigada a seguir estas normas directivas e a assegurar a vacinação correcta dos animais.

Luís Silva, representante da Federação Portuguesa de Columbófilia
e da Associação Columbófila do Distrito de Aveiro.

Luís Silva (Representante FPC e ACD Aveiro) a discursar


CAMPEONATO GERAL
1º Jorge Almeida – 8136
2º Manuel Alberto – 7971
3º Jorge Oliveira – 7866


Gala dos Campeões do Grupo Columbófilo Os Unidos de Travanca 2008
2º Manuel Pereira, Campeão Jorge & Arlindo Almeida, 3º Jorge Oliveira 


CAMPEONATO VELOCIDADE
1º Manuel Alberto – 2816
2º Os Mirandinhas – 2789
3º Delmar Pereira – 2734


CAMPEONATO MEIO-FUNDO
1º Paulo Aguiar Costa – 2770
2º Mário Jorge Fernandes – 2707
3º Jorge Almeida – 2686


CAMPEONATO FUNDO
1º Danilo Costa Resende – 2751
2º Jorge Almeida – 2741
3º João Silva Marques – 2737


MELHORES POMBOS - GERAL
1º António Jorge Santos – 2365
2º Jorge Oliveira – 2302
3º Manuel Alberto – 1983


MELHORES POMBOS - VELOCIDADE
1º Jorge Oliveira – 1157
2º Os Mirandinhas – 1137
3º Os Mirandinhas – 1039


MELHORES POMBOS - MEIO-FUNDO
1º António Oliveira – 1046
2º Paulo Aguiar Costa – 1019
3º Jorge Oliveira – 987
 

 MELHORES POMBOS - FUNDO
1º Marta Pinho – 1142
2º João Silva Marques – 1104
3º Jorge Almeida – 1050


BORRACHOS - GERAL 
1º Os Mirandinhas – 1103
2º Jorge Almeida – 899
3º Manuel Alberto – 793

 

TROFÉU EMÍDIO SILVA

Vencedor - Delmar Pereira

Finalista - Armando Valente

 

TAÇA DO GRUPO COLUMBÓFILO "OS UNIDOS DE TRAVANCA"

Vencedor - Jorge Almeida

Finalista - Danilo Resende

 

CLASSE DE BORRACHOS 

João Silva Pereira, Pedro Pires, Jorge Jesus Almeida, Agostinho Ferreira e Paulo Miguel Costa.

 CAMPEONATO FEMININO

Maria Gorete, Elsa Almeida, Alexandra Marques, Lúcia Oliveira e Cristina Silva.

Prémios da Campanha Desportiva 2008 (Grupo Columbófilo "Os Unidos de Travanca")

 

Grupo Columbófilo ‘Os Unidos de Travanca’ organiza ‘Gala dos Campeões de 2007’

Equipa jovem lidera e convence

A equipa, liderada pelo jovem Pedro Pires, foi elogiada durante da ‘Gala dos Campeões de 2007’. A dinâmica do Presidente do Grupo Columbófilo de Travanca tem sido uma realidade, cujo desempenho é reconhecido pelas entidades distritais e nacionais. A presença forte de senhoras também é um elemento a salutar. 

 


O Grupo Columbófilo ‘Os Unidos de Travanca’ esteve, mais uma vez, em festa com a habitual ‘Gala dos Campeões’. O restaurante ‘Pouso Alto’ acolheu cerca de 250 pessoas, entre columbófilos, familiares e amigos.

 

O principal destaque vai para a participação, em massa, do sexo feminino, que está a ganhar terreno numa modalidade, que, em tempos era, exclusivamente, masculina.

 
Apesar de muito recente, esta colectividade tem somado vários êxitos, entre eles a conquista do Campeonato Concelhio pelo columbófilo travanquense, Jorge Jesus Almeida.

 

Além disso, ‘Os Unidos de Travanca’ são liderados por uma equipa jovem que, com o apoio de columbófilos mais experientes, tem levado a ‘bom porto’ o nome da columbofilia.

 
Contando com 36 desportistas, a competição tornou-se mais digna e renhida, contribuindo, desta forma, para grandes resultados a nível distrital.


A família marca os encontros
Segundo Pedro Pires, Presidente do Grupo Columbófilo de Travanca, “a família dos columbófilos marca, cada vez mais, estes encontros, constituindo uma realidade n’ Os Unidos de Travanca”. Sublinhou que o ‘cartão de visita’ desta colectividade passa, essencialmente, pela realização da ‘Gala dos Campeões’, na qual “as senhoras estão a ganhar cada vez mais passos”.

 
O responsável realçou, ainda, a grande convivência entre os columbófilos de Travanca e de outras regiões, agradecendo o apoio “muito grande” da Junta de Freguesia. “Esta é a colectividade dos miúdos que fazem coisas grandes e que ficam na memória”, advogou, acrescentando que ‘Os Unidos’ vão continuar a crescer e a atingir patamares cada vez mais altos.

Pessoas de boas acções
Pedro Pires lembrou que os campeonatos femininos e de borrachos têm despertado o interesse de muitas pessoas para a modalidade e que a organização do Campeonato Concelhio em Travanca foi “um grande orgulho e incentivo para nós”.

 

Este responsável ressalvou, também, que o que falta na colectividade é a organização de uma exposição, a nível distrital, de pombos-correio. O presidente focou que o Grupo Columbófilo de Travanca é rico em muitas coisas, principalmente “nas boas acções das pessoas que o compõem”.
Pedro Pires deixou claro que são urgentes as obras na agremiação, uma vez que “precisamos daquela casa para trabalhar”. Desta forma, lembrou à Câmara Municipal o subsídio, atribuído em 2001, e que, ainda, não deu entrada nos cofres do grupo.

 
Na recta final do seu discurso, o responsável máximo frisou que “ ‘Os Unidos de Travanca’ estão bem e recomendam-se”, recordando que, para além, da componente competitiva, são amantes do convívio.

 

Gala dos Campeões do GC "Os Unidos de Travanca" 2007 - Pedro Pires em discurso  

Eles disseram...
“A satisfação é muito grande por saber que o vencedor do Campeonato Concelhio é de Travanca. Além disso, é gratificante saber que este campeonato foi organizado na freguesia. Quanto à atribuição de subsídios, as juntas de freguesia, com as novas contingências legais, não os podem atribuir. No entanto, agora temos de arranjar outra maneira para ajudar, mas sem violar a lei. Assim, quando decidirem arrancar com as obras da nova sede, estaremos do vosso lado”.
Nuno Jesus, Presidente da Junta de Freguesia de Travanca

Gala dos Campeões do Grupo Columófilo "Os Unidos de Travanca" 2007

Nuno Jesus - Presidente Junta Freguesia de Travanca


“Começo por elogiar o jovem Pedro Pires. Ao escolher este rapaz, sabíamos que ele é um grande director e columbófilo. Temos muito orgulho em ter tantos jovens na columbofilia e estaremos sempre prontos para dar todo o apoio. A Câmara Municipal tem contribuído muito para a Associação e, nesse sentido, sou um grande admirador de Ápio Assunção. O desporto columbófilo é, acima de tudo, a amizade e, por isso mesmo, queremos, cada vez mais, integrar as mulheres na columbofilia”.
António Ramalho, Presidente da ACD Aveiro

Gala dos Campeões do Grupo Columbófilo "Os Unidos de Travanca" 2007

António Ramalho - Presidente A.C.D.AVEIRO


“O campeão do Campeonato Concelhio é um adversário muito difícil de combater e, por isso mesmo, é de salientar que Oliveira de Azeméis está no mapa da columbofilia mundial. Claro que, ainda, há muito trabalho por fazer e, enquanto dirigentes, temos sempre muito a cumprir”.
Luís Silva, representante da Federação Portuguesa de Columbofilia

Gala dos Campeões do Grupo Columbófilo "Os Unidos de Travanca" 2007

Luís Silva - Vice-Presidente Administrativo FPC

“O pombo é um símbolo de paz, mas também de unidade, sendo gratificante verificar que várias gerações estão aqui reunidas. Ao estarem presentes neste convívio representantes da columbofilia nacional, distrital e local significa que todos reconhecem dinâmica e trabalho no grupo columbófilo de Travanca. O prémio concelhio apresenta-se como uma mais-valia, pois dá mais um impulso a esta modalidade. E, de facto, não é por acaso que Oliveira de Azeméis tem a sede da Associação Distrital no concelho. É verdade que a Câmara Municipal fez um plano de subsídios, mas ao nível dos subsídios correntes. Agora os de capital ainda não estão em ordem, mas passo a passo lá iremos”.
Albino Martins, Vice-Presidente da Câmara Municipal

Gala dos Campeões do Grupo Columbófilo "Os Unidos de Travanca" 2007

Prof. Albino Martins - Vice-Presidente da Câmara Municipal

 

 
Gala dos Campeões do Grupo Columbófilo "Os Unidos de Travanca" 2007
Prof. Albino, Nuno Jesus e Pedro Pires

 

 
Gala dos Campeões do Grupo Columbófilo Os Unidos de Travanca 2007
José Pio, Luís Silva, Aguiar, António Ramalho, Prof. Albino e Nuno Jesus 


Viatura do Grupo Columbófilo "Os Unidos de Travanca"


Obras de melhoramento na colectividade por associados - cestos de treinos
Arlindo Rodrigues e Alberto " Tarento "

 
Obras de melhoramento na colectividade por associados - cestos de treinos
Vitor Paiva

 
Obras de melhoramento na colectividade por associados - cestos de treinos
Rui Branco 


Obras de melhoramento na colectividade por associados - cestos de treinos


Obras de melhoramento na colectividade por associados - cestos de treinos
Resultado final 


Obras de melhoramento na colectividade por associados

  
Obras de melhoramento na colectividade por associados

 

Grupo Columbófilo ‘Os Unidos de Travanca’ organiza ‘Gala dos Campeões de 2005’

A festa dos campeões

Apenas com seis anos de idade, o Grupo Columbófilo ‘Os Unidos de Travanca’ revela uma vitalidade invejável. Ela transpareceu bem na festa de homenagem aos campeões, que assinalou o final da campanha de 2005 e o lançamento da próxima. A seu lado teve outras associações da freguesia.

Em representação da direcção da colectividade, Pedro Pires deu conta do bom momento que a colectividade atravessa. “O Grupo Os Unidos de Travanca está no caminho certo. Tem uma sede, palco de muita convivência, alegria e histórias e uma magnífica montra de prémios que nos orgulha”.

No balanço da época que agora termina, Pedro Pires agradeceu a colaboração de todos, dirigindo-se especialmente a Vítor Paiva, Arlindo Rodrigues, que não sendo columbófilos ajudaram muito e a António Coelho.

Uma colectividade inovadora
Entretanto, com o final do mandato da actual direcção, aquele dirigente lembrou que a colectividade vai para eleições, referindo a todos os que quiserem reforçar esta ou formar uma nova lista são bem-vindos para levar os Unidos de Travanca para a frente”.

Pedro Pires salientou ainda o desejo de inovação da actual direcção, apontando como exemplo o lançamento do campeonato dos borrachos, bem como os campeões por três divisões, sem esquecer o 1.º Troféu Emídio Silva, em homenagem ao antigo dirigente precocemente falecido, com entrega de uma lembrança às filhas, bem como de uma miniatura a todos os columbófilos, “para que não esqueçam Emídio Silva”.
Sobre a nova época, alertou os seus companheiros que vão começar os recenseamentos dos pombos, às segundas e sextas-feiras, a partir das 21H00.

Como convidadas especiais estiveram representações das columbófilas de Azeméis, Pinheirense e Vale de Cambra, tendo Pedro Pires feito um apelo ao fim de eventuais rivalidades entre colectividades e columbófilos. “Vamos conviver todos juntos, porque faremos uma columbofilia muito melhor”.

Um desporto salutar
A Associação Columbófila do Distrito de Aveiro fez-se representar pelo presidente António Ramalho e por Albano Tavares, do conselho técnico. O dirigente associativo, além de reconhecer o trabalho de Emídio Silva, “que está lá em cima a ouvir-nos”, pediu a todos os columbófilos de Travanca que ajudem o Pedro Pires.

A vacina dos pombos e a próxima exposição distrital, no próximo mês, em Estarreja, com o consequente apelo à participação de todos os columbófilos. Ao mesmo tempo, António Ramalho saudou todos os participantes, lembrando que participar já e ganhar.

O poder local também participou na festa dos Unidos de Travanca,, uma colectividade que, como reconheceu o vice-presidente da Câmara “já é muito importante, pois tem concorrentes de longe e até de outras colectividades. Albino Martins deu os parabéns a todos os concorrentes, desafiou-os a continuar a estimar os pombos, “porque com este desporto salutar também se cultiva o nosso ego”. A participação de muitos jovens neste desporto em detrimento de actividades desviantes e a presença de muitas senhoras foram outros motivos realçados pelo Prof. Albino Martins.

Muitas lembranças
Por seu turno o presidente da Junta de Freguesia olhando para o logotipo dos Unidos de Travanca, uma a pomba com o ramo de oliveira no bico, símbolos de paz, realçou, a importância que assumem num mundo dilacerado por conflitos. Santiago Martins destacou ainda as presenças “de Domingos Carlos Silva e de Orlando Silva no top ten da colectividade, garantindo que “se, dos 30 concorrentes, Travanca tiver três ou quatro no top ten, a Junta de Freguesia sentir-se-á satisfeita”. Antes de partir para a festa de outras duas colectividades, o presidente da Junta deixou um galhardete e a habitual comparticipação anual da Junta.

Para além da entrega de bons prémios aos concorrentes, a colectividade travanquense entregou ainda lembranças às colectividades locais Grupo Janeiras e Associação Cultural, aos jornais locais, columbófilas que se associaram à festa, aos Irmãos Areias e aos columbófilos e concorrentes mais novos (Mikael Brandão, Rui Branco, Ricardo Alexandre e Loic Brandão), bem como à Câmara e à Junta de Freguesia. Câmara Municipal, Junta de Freguesia e Associação Columbófila do Distrito de Aveiro também distinguiram a colectividade em festa com lembranças.

Quadro de honra
Geral
1.º Domingos Carlos Silva
2.º Fernando Resende
3.º Orlando Silva


Campeões I Divisão
Domingos Carlos Silva

II Divisão
Jorge Almeida

III Divisão
Mikael Brandão

Vencedores dos campeonatos 2005
Velocidade
1.º Domingos Carlos
2.º Orlando Silva
3.º Fernando Resende


Meio-Fundo
1.º Fernando Resende
2.º Domingos Carlos
3.º Pedro Pires


Fundo
1.º José Santiago
2.º Pedro Miguel Nogueira
3.º Orlando Silva

Pombos Velocidade
1.º Domingos Carlos Silva
2.º Domingos Carlos Silva
3.º Fernando Resende


Meio-Fundo
1.º Orlando Silva
2.º Fernando Rodrigues
3.º Pedro Miguel Nogueira

Fundo
1.º J. Manuel Santiago
2.º Fernando Resende
3.º Pedro Miguel Nogueira

Total
1.º Domingos Carlos Silva
2.º Fernando Resende
3.º Pedro Miguel Nogueira

Campeonato de Borrachos
1.º Domingos Carlos
2.º Pedro Pires
3.º José Santiago


Total
1.º João B. Marques
2.º Pedro Miguel Nogueira
3.º Orlando Silva


Taça GC Os Unidos de Travanca
Vencedor: Orlando Silva
Finalista: Pedro Miguel Nogueira

1.º Troféu Emídio Silva
Vencedor: Domingos Carlos
Finalista: Pedro Miguel Nogueira