Henrique Manuel Costa Dias

 NotíciasVisitas: Contador de Visitas 
CARLOS MOREIRA - CAMPEÃO GERAL SOC. COLUMBÓFILA LEÇA DO BALIO -- 2014 01/08/2014

 

 

Carlos Moreira é o novo Campeão Geral da Soc. Columbófila de Leça do Balio, um campeão com todo mérito.

 

Na Soc. Col. de Leça do Balio competiram na época que agora terminou, 32 concorrentes que encestaram uma média de 860 pombos a provas de Velocidade e Meio Fundo, e, 500 pombos a provas de Fundo.

 

Com um longo percurso pela frente, a conquista do campeonato geral e a classificação de quatro dos seus borrachos nos oito primeiros, dois deles campeão e vice-campeão, é um indicador de que esta colónia tem muito futuro. A jovem equipa foi vice campeã de Fundo, 3ª de Meio Fundo e 4º de Velocidade.

 

 

 

 

Carlos Moreira com o seu pai (Carlos Moreira), dois apaixonados

pela prática columbófila.

 

 

Conheci este jovem campeão, em 2009. Uma casualidade, por altura da final do Derby de Gondomar, em que o Carlos adquiriu um borracho da equipa "Castelo Lanhoso Team", criado no meu pombal. E daí nasceu uma boa relação de amizade.

 

Em 2011, o Carlos teve um problema sério no seu pombal em que, infelizmente, morreram grande parte dos seus voadores e reprodutores. Teve o mérito de em 4 anos reconstruir a colónia, e, na minha opinião, reunir as condições necessárias para se tornar num dos columbófilos mais competitivos do distrito do Porto, num futuro próximo. Assim consiga dar continuidade ao trabalho que tem vindo a desenvolver...

 

E é neste contexto, qual “olheiro” à procura de revelações e bons praticantes, mesmo que em potência, que decidi entrevistar o Amigo Carlos, que, do meu ponto de vista, tem muito para dar à columbófila portuense  e portuguesa, pois, para além ser descendente de uma família de columbófilos, adora esta modalidade. Partilho, em formato de pergunta/resposta, o resultado dessa entrevista:

 

Como se chama e há quantos anos é columbófilo? 

Carlos Moreira, sou columbófilo desde sempre, já que desde 1950 existem pombos aqui em casa. Só entre 2000 e 2004 não entramos em competição.

 

Quantos títulos conquistaram?

Em 2014 competi na Sociedade Columbófila de Leça do Balio e aqui fui Campeão Geral, Vice-campeão de Fundo, 3º Meio Fundo e 4º Velocidade.

A colectividade contou este ano com 32 columbófilos, que encestavam cerca de 860 pombos por concurso.

Fui Campeão Jovem no Bloco 4, A. C. D. Porto.

A nivel de classificações por pombo conquistei a Anilha de Ouro de Fundo em 2009, na Sociedade Columbófila de S. M. de Infesta. Tive também o pombo Campeão concelhio de Matosinhos, em 2009.

Esta época temos o borracho Campeão e Vice-campeão da Sociedade Columbófila de Leça do Balio e mais dois nos oito primeiros, o que me deixa bastante otimista para a próxima época.

 

Que método usou para conquistar o campeonato?

            Viuvez com machos e fêmeas.

 

 

Quer identificar algumas das melhores provas e com especial significado?

Sim.

 

2014-307 Mora II

2014-05-11

263.750,9

801

5, 7, 10, 12, 13, 14, 33, 40, 55, 62, 73, 77, 102, 128, 131, 158

2014-5 La Gineta

2014-05-31

614.448,7

468

2, 5, 8, 16, 19, 56

2014-7 Alcoy

2014-06-28

753.435,2

360

6, 9, 14, 39, 58, 70

 

Certamente que deste conjunto de provas a mais especial foi sem dúvida a de ALCOY devido não só à dureza da mesma, mas sobretudo porque foi a prova em que pude festejar o titulo de Campeâo.

 

 

 

 

A "94",  uma boa fundista... com tudo para ser uma excelente reprodutora...

 

 

 

Como estão instalados os pombos?

 Estao instalados em 5 pombais: 2 para reprodutores e 3 para voadores sendo um central com ninhos para receber os pombos à chegada.

 

 

Que materiais usaram na construção do pombal?

O Pombal, orientado para sul, foi construído em alvenaria e forrado no interior com pladur e madeira que o mantem seco.

 

Quais as linhagens dos seus melhores pombos?

Tenho uma reprodução bastante reduzida. Mas os melhores reprodutores para as provas nacionais é o “Braspenning” original, que tem dado bons filhos. Um exemplar da linha “Kannibbal” adquirido CIC, e um macho original de Ulrich Lemmens, realmente um bom pombo.

Para o fundo a base é o macho adquirido em Gondomar proveniente do teu pombal. Os seus filhos classificam-se logo em borrachos… Temos ainda na reprodução uma boa fêmea oferecida em 2008 pelo amigo Queirós, de Agua Longa.

 

Actualmente que método usa na reprodução?

            Em primeiro lugar tenho de referir que apenas existem, no máximo, 7 casais de reprodutores, o que me leva a seleccionar muito bem todos os pombos que lá

            tenho. Depois, devo dizer que gosto de cruzar pombos da mesma linha mas também de experimentar cruzamentos de linhas de pombos diferentes desde que

            tenham dado provas de bons cruzamentos anteriores ou que se tenham destacado como voadores.

 

 

 

 

 

O "Braspening",  um excelente reprodutor.

 

 

Como selecciona os seus reprodutores?

Tendo sempre em atenção a qualidade da plumagem, uma boa estrutura óssea e muscular e forte vitalidade. Não gosto de ter pombos com mais de 5/6 anos na reprodução. Procuro introduzir, com rigor e critério, exemplares que sejam de linhagem de pombos vencedores ou que se tenham destacado como voadores no meu pombal.

 

Os melhores voadores são fruto de consanguinidade ou cruzamentos?

De ambas as situações mas neste momento talvez mais de cruzamentos de linhas diferentes.

 

Acasala machos com mais que uma fêmea no intuito de acelerar as experiencias com reprodutores?

Sim, mas normalmente tenho casais fixos.

 

Como treina e joga os borrachos?

São treinados e alimentados como os adultos ja que coabitam no mesmo pombal.

 

Como alimenta os borrachos? E os reprodutores?

 Os Reprodutores quando acasalados são alimentados nos ninhos individuais. Os borrachos tal como os pombos mais velhos mas tendo sempre em atenção

 a qualidade da ração.

 

 

 

O "021", um dos melhores adultos em 2014. Nas mãos é também um pombo excecional.

 

 

Quantos borrachos tira por época e quantos conserva para o ano seguinte?

Cerca de 60 borrachos e transitam cerca de metade.

 

 

Que qualidade mais importante procura para decidir se um pombo é bom? Como aprecia um pombo em mãos?

Plumagem, vitalidade. Um bom pombo em maos deve ser equilibrado, ossatura forte e musculatura bem desenvolvida

 

Que métodos de viuvez usa com os pombos adultos e de ano? Qual o método de jogo utilizado com os viúvos? Tem algum método especial para motivar os machos a voarem mais rápido?

Utilizo o método de viuvez nos poleiros em ambos os casos. A motivação de machos e fêmeas tem inicio na pré época com o acasalamento quase sempre no mês de Dezembro. Depois, e se possível, mantenho os mesmo casais durante todo o ano e jogo com o tempo em que os mantenho juntos nos casulos depois de cada prova desportiva.

 

Com quantos pombos inicia a campanha?

 Cerca de 80 a 90 pombos. Normalmente 60 borrachos e 30 adultos.

 

Diariamente, quando e quanto tempo voam os seus pombos? Dá banho aos viúvos durante a campanha?

No início da campanha voam 1 hora de manhã e 1 hora à noite. Com o avançar da época vou reduzindo até 30 min. de manhã e 30 min. à noite. Sim dou

banho uma vez por semana, podendo variar o dia, conforme a prova.

 

 

 O Srº Ferreira: um "manager" dedicado e afeiçoado

 aos pombos como poucos...

 

 

Como procede se os viúvos perdem a forma durante a campanha?

Deixo-os mais tempo com as fêmeas depois da chegada, no sentido de os tentar motivar.

 

 

Escurece os pombais?

Não, estão sempre com claridade.

 

Antes do encestamento mostra as fêmeas? Exactamente como prepara os viúvos para um concurso? Como selecciona os designados?

Nunca mostro as fêmeas antes do encestamento como já referi. Se pretendo motiva-los deixo-os mais algumas horas com as femeas depois da chegada. Selecciono pelos resultados dos treinos e concursos anteriores mas também através da observação individual no sentido de perceber se estao fisicamente aptos para a prova.

 

 

O que faz para manter a forma dos seus viúvos durante a campanha?

Tento o mais que possivel dosear o esforco fisico de todos os pombos afim de conseguir recuperar fisicamente alguns pombos todas as semanas.

 

Onde vivem as fêmeas viúvas?

 Num pombal separado dos machos pois também são utilizadas nas provas. Criamos uma forma simples para evitar os acasalamentos.

 

 

Durante a campanha qual o método alimentar dos viúvos?

Alimento de forma gradual durante a semana, mas nunca deixando os pombos com fome no principio semana o que não é fácil.

 

Com que regularidade limpa os pombais e os desinfecta?

 Todos os dias e no final de semana faço limpeza geral.

 

 

 


         
O pombal onde estão instalados voadores e reprodutores

 

 

Que tratamentos preventivos faz durante a época desportiva?

Tricomonas, cocidiose e vias respiratórias.

 

Que vacinas usa durante o ano?

 Vacino contra a Newcastle.

 

Como procede se se verificarem problemas respiratórios durante a campanha?

Faço tratamentos preventivos de 3 em 3 semanas o que me permite ter controlo na parte respiratória, mas se apareceram problemas prolongo o tratamento nas referidas semanas ou se for um caso isolado retiro o pombo do pombal e faço um tratamento quase sempre utilizando comprimidos.

 

Como campeão deve ter aprendido com os seus erros. Quer-nos contar algum?

Este ano cometi vários erros, mas em especial dois erros alimentares no concurso de Algoz, que previa duro, mas que os pombos fizeram uma média alta e no concurso de Almansa onde não alimentei convenientemente os pombos atendendo à dureza prova.

 

Que conselhos poderá dar aos columbófilos menos bem sucedidos?

Privilegiem sempre a qualidade e não a quantidade.

 

Que futuro prevê para a columbofilia portuguesa?

O futuro parece-me sombrio porque há vários anos temos vindo a assistir a desistências de muitos columbófilos. As razões parecem-me várias: Dificuldades nas instalações de novos pombais, dificuldades económicas inerentes à conjectura actual.

As atuais estruturas columbófilas, muito pesadas, também não ajudam a captar novos columbófilos e à continuação da prática de muitos concorrentes com pouco poder económico. Será urgente repensar os campeonatos gerais, e número de pombos por amador, já que para o pequeno columbofilo é certamente dificil competir numa campanha tão pesada a nivel do fundo, como por exemplo a deste ano, com poucos pombos quando comparado com colónias com um elevado número de pombos. Claro que quantidade não é sinónimo de qualidade mas as probabilidades de descobrir 20 pombos bons em 200 pombos é bem maior do que em 60! Penso que me faço entender... Claro que para isso é presiso ter condições (especialmente financeiras) o que não está ao alcançe da maioria dos columbófilos. Mas a columbófilia é também isso: Fazer muito com pouco. E muitos columbófilos, com poucos recursos, conseguem fazê-lo. Mas, no decorrer da época desportiva, quando existem perdas significativas parece-me evidente que as colónias numerosas ficam em vantagem. Mas enfim, nem sempre são elas que ganham…

Na minha opinião é urgente o agrupamento de colectividades para redução de custos de manutenção e para maior concentração de columbófilos, o que levaria a que se pudesse competir a preços mais reduzidos, ter coletividades cada vez mais competitivas e a distribuir prémios muito mais aliciantes. Todos ficavam a ganhar, parece-me.

 

Queria agradecer a tua gentileza e lembrança para teres esta entrevista comigo e já que me dás esta oportunidade, quero agradecer a todas as pessoas que em 2011 quando tive a infelicidade de ver morrer quase todos os meus reprodutores e voadores que, tal como tu, abriram as portas dos seus pombais ajudando a reconstruir esta colónia e torna-la competitiva. Referir também que para além de mim existem mais 3 pessoas que tornaram o sonho realidade sendo elas Ismael Barbosa, que me ajudou na condução da colonia em 2013 e que continua a ser parte activa no nosso pombal. O Ferreira um reforço de peso nesta campanha que ajudou, e de que maneira, a que tudo corresse da melhor maneira sendo o maior responsável na condução colónia. O meu pai, a pessoa que comigo sonhou e que tornou, com os seus ensinamentos e calma, este processo mais fácil e rápido, e me foi lembrando que  “O caminho faz-se caminhando”.

 

 

 

 

A "29" - BORRACHO CAMPEÂO 2014 em Leça do Balio

 

 

 

 

Detalhes do Pombo na Classificação Geral

Pombo:

****929/13

Proprietário:

32236 - CARLOS FERNANDO R MOREIRA

Pontos Totais:

Geral: 996   Velocidade: 504   Meio Fundo: 492

 

Prova

Data

Distância

Pombos

Class.

Média

Pontos

2014-303 Figueira Cavaleiros I

2014-03-23

350.778,4

856

6

1.260,3571

167

2014-306 Ermidas Sado

2014-04-27

358.337,3

827

15

1.215,5955

158

2014-307 Mora II

2014-05-11

263.750,9

801

5

1.278,1725

168

2014-308 Canal Caveira

2014-05-25

344.374,9

792

6

1.207,1329

167

2014-309 Pavia

2014-06-08

265.686,3

795

1

1.671,3334

172

2014-311 Montargil

2014-07-05

236.940,2

760

9

1.223,9700

164

Total:

996

 

 

 

 

 

 

 

 

 A "982" - VICE CAMPEÃ - BORRACHO 

 

 

 

Detalhes do Pombo na Classificação Geral

Pombo:

****982/13

Proprietário:

32236 - CARLOS FERNANDO R MOREIRA

Pontos Totais:

Geral: 945   Velocidade: 558   Meio Fundo: 387

 

Prova

Data

Distância

Pombos

Class.

Média

Pontos

2014-304 Figueira Cavaleiros II

2014-03-30

350.778,4

805

20

1.942,8325

153

2014-305 Vendas Novas II

2014-04-13

285.001,5

870

33

1.360,9304

140

2014-306 Ermidas Sado

2014-04-27

358.337,3

827

95

1.185,5659

78

2014-307 Mora II

2014-05-11

263.750,9

801

33

1.257,4536

140

2014-308 Canal Caveira

2014-05-25

344.374,9

792

17

1.195,4003

156

2014-309 Pavia

2014-06-08

265.686,3

795

52

1.613,6429

121

2014-311 Montargil

2014-07-05

236.940,2

760

16

1.214,7665

157

Total:

945

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 O "999" - 5º CLASSIFICADO (borrachos)

 

 

Detalhes do Pombo na Classificação Geral

Pombo:

****999/13

Proprietário:

32236 - CARLOS FERNANDO R MOREIRA

Pontos Totais:

Geral: 659   Velocidade: 357   Meio Fundo: 302

 

Prova

Data

Distância

Pombos

Class.

Média

Pontos

2014-306 Ermidas Sado

2014-04-27

358.337,3

827

4

1.229,0767

169

2014-307 Mora II

2014-05-11

263.750,9

801

12

1.268,4397

161

2014-308 Canal Caveira

2014-05-25

344.374,9

792

40

1.175,8761

133

2014-309 Pavia

2014-06-08

265.686,3

795

122

1.590,6184

51

2014-311 Montargil

2014-07-05

236.940,2

760

28

1.207,6463

145

Total:

659

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O "939" - 8º CLASSIFICADO (borrachos)

 

 

Detalhes do Pombo na Classificação Geral

Pombo:

****939/13

Proprietário:

32236 - CARLOS FERNANDO R MOREIRA

Pontos Totais:

Geral: 576   Velocidade: 273   Meio Fundo: 303

 

Prova

Data

Distância

Pombos

Class.

Média

Pontos

2014-301 Mora I

2014-03-09

263.750,9

861

58

1.639,7982

115

2014-306 Ermidas Sado

2014-04-27

358.337,3

827

30

1.205,7110

143

2014-308 Canal Caveira

2014-05-25

344.374,9

792

13

1.197,2011

160

2014-309 Pavia

2014-06-08

265.686,3

795

105

1.593,0027

68

2014-311 Montargil

2014-07-05

236.940,2

760

83

1.188,7626

90

Total:

576

 

 

 

 

 

 

 

Detalhes do Concorrente na Classificação Geral

Concorrente:

32236 - CARLOS FERNANDO R MOREIRA

Pontos Totais:

Geral: 5493   Velocidade: 1795   Meio Fundo: 1839   Fundo: 1271

 

Prova

Data

Distância

Pombos

Resultados Obtidos

Pontos

2014-301 Mora I

2014-03-09

263.750,9

861

42, 58, 93, 95, 144, 153

246

2014-302 Vendas Novas I

2014-03-15

285.007,1

856

17, 40, 42, 45, 69, 96, 98, 100, 137, 139, 165

289

2014-303 Figueira Cavaleiros I

2014-03-23

350.778,4

856

5, 6, 33, 36, 69, 70, 79, 81, 83, 86, 125, 149, 150, 151, 155

335

2014-304 Figueira Cavaleiros II

2014-03-30

350.778,4

805

5, 20, 46, 72, 90, 122, 149, 150

321

2014-1 Algoz (Dia Associação)

2014-04-06

452.571,9

850

60, 64, 91, 123, 135, 169

222

2014-305 Vendas Novas II

2014-04-13

285.001,5

870

9, 33, 37, 40, 50, 52, 69, 119, 132, 141, 149

304

2014-2 Montelano I

2014-04-19

538.529,2

614

10, 33, 34, 38, 89, 92, 95

303

2014-306 Ermidas Sado

2014-04-27

358.337,3

827

4, 12, 15, 30, 44, 47, 92, 95, 102, 103, 109, 117, 129, 147, 155, 156

330

2014-3 Montelano II

2014-05-03

538.529,2

491

7, 37, 50, 56, 80, 85, 86

302

2014-307 Mora II

2014-05-11

263.750,9

801

5, 7, 10, 12, 13, 14, 33, 40, 55, 62, 73, 77, 102, 128, 131, 158

334

2014-4 La Vega

2014-05-17

597.064,4

453

7, 38, 49, 84

301

2014-308 Canal Caveira

2014-05-25

344.374,9

792

6, 13, 17, 18, 23, 24, 35, 39, 40, 48, 55, 66, 87, 121, 137

327

2014-5 La Gineta

2014-05-31

614.448,7

468

2, 5, 8, 16, 19, 56

339

2014-309 Pavia

2014-06-08

265.686,3

795

1, 52, 53, 54, 55, 93, 96, 102, 105, 108, 114, 117, 121, 122, 125, 127

293

2014-6 Almansa

2014-06-14

692.056,0

423

30, 33, 35, 38, 47, 61, 76

283

2014-310 Figueira Cavaleiros II

2014-06-22

350.778,4

721

19, 23, 46, 50, 84, 96, 99, 103

304

2014-7 Alcoy

2014-06-28

753.435,2

360

6, 9, 14, 39, 58, 70

331

2014-311 Montargil

2014-07-05

236.940,2

760

8, 9, 16, 26, 28, 29, 34, 44, 66, 72, 83, 109, 119, 127, 131, 133

329

Total:

5493

 

 

Por: Henrique Dias

          Braga, 2014