NotíciasVisitas: Contador de Visitas 
Pombos Mitícos II 19-01-2015

   É agora a vez de dar expressão a duas linhas de pombos que tive nos anos noventa e no início do século XXI.

     A vermelha de 92 ( linha Janssen da Diva ) que o saudoso Alexandre M. Gordo me ofereceu dizendo " Dr. ponha-a na reprodução " e mais tarde um casal de pombos denominados "alemães" que o amigo Manuel Ferreira me trouxe da Bélgica.

  Da vermelha recordo diversos filhos :

    7343821/97, uma fêmea lilás ( filha da vermelha com um macho meulemans de M. Ferreira). Voou apenas dois anos . No primeiro como borracho fez nove classificações, sendo três delas nos cinco primeiros. No segundo ano fez mais oito classificações com quatro nos dez primeiros . Em suma dois anos dezassete classificações. Desapareceu um dia á volta do pombal , vim a saber mais tarde que tinha sido esmagada por um automóvel.

   7343801/97 um macho vermelho ( irmão da lilás) . Voou três anos e conseguiu 21 classificações .Tinha um problema, nunca queria entrar pela prancha de entrada mas sim pela porta do pombal.

  9749133/99 um macho vermelho , filho da vermelha com o branco do meu amigo Borda. Foi outro pombo de top. marcou 39 vezes sendo oito nos dez primeiros. Teve outro aspecto positivo é que deu filhos e netos até 2011 ( problemas de doenças nos pombos).

  1255073/01, o branco, irmão do vermelho . conseguiu 33 classificações em 5 anos como voador e apanhou o ano de 2005 em que a Newcastle nos parou a campanha á terceira prova e já ele tinha três classificações.

   4590129/04, era um vermelho com rabo comprido e asas curtas , de bico comprido e que não se dava por ele. Era filho da vermelha do Alexandre com um macho pedrado escuro que o amigo Inocêncio Mendes me ofereceu. Foi tirado quando a mãe já tinha doze anos. voou 2007, 2008 e 2009 e conseguiu 22 classificações. em 2007 foi o melhor voador da Arraiolense fazendo treze classificações em catorze encestamentos.

  7170561 uma femea azul já filha do vermelho 9749133/99 com uma azul GabY da Louella. Fez oito provas de fundo e marcou sete vezes . ( a doença dizimou-a).

 

A linha dos denominados Alemães...

   Era um casal trazido pelo amigo Manuel Ferreira ( emigrante na Alemanha),  num lote de borrachos adquiridos na Bélgica . Disse-me para ir ao Calhandriz e escolhi um macho pedrado escuro e ele indicou-me uma femea azul guias brancas para com ele acasalar. Vim a saber quase dez anos depois que eram pombos de um senhor de nome Peters ( belga ) e já com 84 anos. A femea era da linha Hofkens do Nellis Van der Pools.

  Foi um casal que tinha duas características negativas, raramente dava femeas e quando dava perdiam-se logo e deixou de encher os ovos com cerca de 4 anos ( esta caracteristica passou-a aos filhos. Mas os machos eram fabulosos :

  - 9749151/99, um pedrado escuro de guias brancas, tirado em Novembro e colocava-o no carro numa caixa ao meu lado e ia-o atirando pela janela na estrada de Arraiolos para Évora para aprender. ( este treino era para ele e para o vermelho da Janssen 9749133/99). Era um pombo tipíco de Meio Fundo , em três anos como voador fez 17 classificações, sendo 4 nos dez primeiros. Deu filhos e netos a marcar.

  -9301817/99, outo pedrado escuro de guias brancas mas este, era adequado a provas de velocidade. também voou três anos fazendo 22 classificações. Deu dois filhos em 2001 fenomenais.

  -1255997/01, pedrado de guias brancas do ninho um, outro meio fundista de eleição. Fez dezanove classificações em três anos . Foi o quarto melhor pombo de meio fundo da zona norte em 2004.

  1255060/01, pedrado escuro , que teve o azar de voar apenas dois anos . Perdeu-se numa prova de velocidade em que os pombos apanhara neve. Fez mesmo assim dezasseis classificações.

 -1255100/01, outro pedrado escuro , em 2003 e 2004, fez 14 classificações. ( todos estes pombos tinham sempre marcações nos três primeiros lugares todos os anos)

  -1851161/01 , um pedrado escuro já neto do casal de Alemães e filho do 9301817/99 com uma cinzenta filha da vermelha do Alexandre. Voou de 2002 a 2006 ( teve o azar da Newcastle nos ter obrigado a parar em 2005) mas, mesmo assim conseguiu 28 classificações.

  - 1851167/01, um cinzento irmão de ninho do anterior. Fez 31 classificações. Perdeu-se em 2007 á sexta prova e já tinha nesse ano cinco classificações com duas nos cinco primeiros. Quando o deixei no encestamento, olhei para ele , e disse para o meu sócio Rui " o cinzento não vem mais.... Foi das poucas vezes em que acertei nas prestações dos pombos. Perdeu-se numa prova de velocidade bastante fácil e de 25 enviados foi o único que nunca mais regressou.

  Não  vou referir mais porque, houve depois e até 2011, diversos netos que seguiram as pisadas dos pais e dos tios. Qualquer columbófilo que juntasse um lote de pombos destes ( eles voaram na mesma época que alguns da vermelha do Alexandre) era um entendido em columbofilia ( não foi o caso porque para os voar e tratar nada era preciso, bastava apenas irem ás provas) . A brincar juntaram-se 12/14 pombos que além de terem boas prestações entravam directos nas pranchas.