NotíciasVisitas: Contador de Visitas 
Limitação de pombos um erro crasso 25-10-2015

 

No dia 14 de Fevereiro de 2014 já tinha chamado a atenção nesta minha página e no jornal Mundo columbófilo que o limitar de pombos poderia vir a tornar-se num dos maiores erros que se iam cometer na columbofilia .

Esta medida já andava nos meandros da columbofilia desde os anos 90 e por vicissitudes várias tinha sempre sido reprovada nos orgãos máximos do nosso desporto. Mas  os seus mentores foram na sempre deixando em lume brando pensando que ela seria a descoberta da "pólvora "no nosso desporto....

Na década que acabei de referir até podia ter alguma justificação porque estavamos naquilo que denomino de fase expansionista da columbófilia. Tinhamos muito columbófilos e enchiamos facilmente  os camions de todas as Associações . Por outro lado a conjuntura económica do nosso país era de certo  modo favoravel com a ajuda  de uns ventos que sopravam da Europa ( mas que não eram comandados pela senhora Merkel) mas sim por pessoas com visão politica e com posturas de construção de uma Europa solidária e tentando  uma  melhoria do nível de vida dos seus habitantes e numa tentativa de atenuar a diferença que existia entre os povos do norte e a área denominada do sul ( onde nos englobamos). Hoje os ventos são outros e os dirigentes politicos que temos nunca leram os denominados tratados que estiveram na formação da Comunidade Europeia e temos e iremos ter uma Europa de divisão e de enormes contradições e com pouco ou nenhum espirito de cooperação e solidariedade.

Neste contexto qualquer tentativa de redução de pombos se não fosse feita com pés e cabeça poderia transformar-se em algo de negativo para o nosso desporto. Várias vezes abordei esta temática e sempre pensei que os nossos dirigentes antes de aprovarem uma medida deste tipo deveria ter ponderado todas as suas consequencias. Até acho de uma enorme leviandade ter tudo sido apresentado e aprovado sem um estudo que apresentasse as consequencias para uma ou duas Associações e para uma ou duas colectividades. Ser dirigente não é nem pode ser só estruturar uma campanha...

Sei perfeitamente que no nosso país sempre vivemos com atraso em relação a outros porque nunca planificamos , nunca pensamos em futuro, nunca pprevemos o que pode aparecer. Basta pensar que já no inicio da industrialização estivemos 50/60 anos depois dos outros, basta pensar que demoramos a fazer a ponte sobre o Tejo e quando foi feita já estava esgotada para o transito que tinha etc etc . A columbofilia reflete , como não podia deixar de ser, a sociedade em que vivemos.

Como se pode aprovar algo sem um suporte de consequencias ?

A justificação de que esta redução , primeiro no limite de pombos a recensear e depois ( muito mais gravosa ) no limite de pombos enviados de 25 para velocidade e Meio fundo e 15 para fundo .

As justificações para esta limitação era de que estavamos a perder columbófilos e a razão para esta perda era porque não tinhamos igualdade neste desporto, era uma ajuda aos mais "pequeninos"..... Se quisermos pensar um pouco este relambório de justificações não tem nada de suporte objectivo e é desmontado facilmente porque os columbófilos que perdemos não foi ( como já demonstrei em duas publicações na minha página e no Mundo Columbófilo) porque alguns columbófilos tinhamos muitos pombos e mandávam também muitos. Mas os limites já estavam nos designados.

Perdemos, sem dúvida, cerca de 50% dos nossos praticantes nos últimos 7/8 anos . Mas não foi por estas razões da falta de limites. Perdemos por envelhecimento, por falta de gerações mais novas, porque não captámos nem iremos conseguir captar praticantes jovens. Perdemos porque nunca tivemos politicas desportivas para a sua manutenção. Perdemos porque o nível de vida em Portugal teve uma estagnação e queda acentuadas. Perdemos porque continuamos com posturas dos anos 90 e estes já passaram há 25 anos ...

 O limitar era dito que iria fazer uma correcção e iria tornar igual o que era desigual !

Mas haverá algum desporto onde o limitar tenha sido sinónimo de progresso ?

O limitar é retroceder !

O limitar é condicionar !

O limitar é não deixar evoluir !

O lmitar não é criar equilibrios!

Neste caso o limitar vai ter como consequencia um aumentar do preço dos pombos por caixa !

Basta ler ( e foi isso que me chamou a atenção ) há dias dois columbófilos nas suas páginas virem abordar estas questões e um deles agora já com números reias. São os casos de Virgilio Azevedo de Famalicão e Luis Fonseca Marques.

Virgilio Azevedo fez contas ( as tais contas que tinham de ser feitas antes da proposta ter sido apresentada e antes de ter sido votada pelos orgãos máximos da columbófilia) e chegou á conclusão que a sua colectividade perdia cerca de 4000 euros em comparação com o ano anterior. Mas afinal o que aprovaram ?

Uma  Associação como a do meu distrito ou semelhante  quanto vai perder na campanha ? ( já alguém fez as contas ? ) .

Que solução lhe resta a não ser aumentar os preços?

Já o ano passado com a diminuição do número de pombos por caixa tivemos o maior aumento ( dos últimos 20/30 anos) no preço dos pombos sem ninguem sequer se ter incomodado e sem sequer se ter dado por isso. Não será isto mais uma vez um caminho para mais uns nos abandonarem ?

 

Como é possivel tomar uma medida deste tipo ( 25/ 25 /15) sem um estudo antes de consequencias que a mesma irá trazer  ?