NotíciasVisitas: Contador de Visitas 
Calendário de 2017 - melhorias mas ...... 16-09-2016

Há poucos dias reuniu-se a Assembleia geral do meu distrito com a finalidade de aprovação do calendário para a próxima campanha. Dias antes tinha sido enviado a todas as colectividades  a proposta que iria ser apresentada aos delegados para ser votada. Este procedimento que é normal em democracia já se fazia neste distrito quando ainda estávamos no anterior regime. Ou seja é o poder do voto dos delegados que comanda os destinos do distrito.

Há dois anos que nesta minha página pessoal me bato contra o modo como têm sido elaborados e aplicados os últimos calendários. Entendo que não tem sido feito o esforço para criar equilibrios a  nível dos campeonatos distritais. Sei perfeitamente que muitas vezes por mais que se tente há diversos factores que condicionam a entrada dos pombos e aquilo que nós pensamos ser o melhor para todos não se consegue. Mas, na minha perspectiva isso não foi feito e os calendários na globalidade beneficiaram as colectivades a leste , a sul ,em detrimento das áreas centrais e das colectividades do norte.

Lembro apenas que há dois anos que voamos essencialmente de leste com uma ligeira incursão (  quase obrigada , como foi o caso de Calatayud nesta campanha) para áreas do Nordeste. Esta postura , com a qual eu sou completamente contra, tem beneficiado de modo significativo as colectividades a leste ( já lhe chega percorrerem menos distâncias) e as localizadas mais a sul. Basta ver quem venceu o calatayud que realizámos este ano ( a sua realização foi obrigada pelas condições atmosféricas ) . Foi a única prova de fundo que um columbófilo da Cabeçanense venceu.  Será que a Cabeçanense já não tem a tradição dos concursos de fundo ? Será que tambem perdeu uma ou duas pessoas que defendiam os seus pontos de vista nas assembleias Gerais do distrito? Porque não aparecem nos primeiros lugares do fundo ?Nada disto os interroga?

O porquê de tudo isto eu não sei mas, não o escrevo  e ,tal como eu , há muitos a pensar....

Por tudo o que tenho escrito arranjei " mais umas amizades nos pombos" mas sempre estive na columbofilia por ideias e nunca por qualquer outro objectivo. Tudo o que tenho escrito nada , nada tem de pessoal. Nada, nada tem contra os actuais dirigentes ( é certo que alguns não entendem). Não tenho por objectivo nunca pessoalizar qualquer facto, não tenho ( já fiz a minha obrigação) nos horizontes desenpenhar qualquer cargo dirigente. Mas, acima de tudo gosto de pensar em columbofilia e acima de tudo que haja , no minimo, condições de alguma igualdade.

Não tenho medo de expôr as minhas ideias e muito mais na minha página. Aqueles para os quais sou "personna nom grata" pura e simplesmente não leiam. As ideias fazem parte da sociedade democratica em que vivemos. Não tenho receio de que até algumas vezes esteja errado. Tenho receio sim de quem não tem ideias ou ainda pior , tendo mais receio daqueles que fingindo que não as têm vão levando a água ao seu moinho e vão  passando incólumes pelos pingo da chuva.

De há dois anos a esta parte somos condicionados por dois factores que servem normalmente de desculpa para tudo . Um é a realização pela federação dos nacionais em valencia del cid e o outro é o condicionamento do transporte dos pombos de Portalegre no nosso camion. ( esta última tem servido de desculpa para tudo).

Sobre os nacionais nem os comento apesar das boas prestações dos columbófilos do meu distrito no contexto nacional mas, na minha óptica somos altamente beneficiados pela localização e pelos distritos que nos juntaram. De nacionais nada tem mas .... Dizem -me que fazem falta para a Federação receber os subsidios ligados ao desporto....

O Calendário para 2017... melhorou na minha opinião mas, devia de ter se ido mais além.

A nível do meio fundo verifica-se o que eu defendo . Se há 6 provas três são de este/ sudeste e outras três de Nordeste. Isto verifica-se e quanto a min , é bastante positivo esta alteração.  

No que respeita ao velocidade não se foi tão longe porque apenas temos duas provas de Nordeste. Isto vai beneficiar como foi em 2016 as colectividade mais a sul em detrimento das do norte.

A nível do fundo, tudo está igual aos dois últimos anos . Andamos á volta do Valencia com cinco provas nesta área e principalmente com três Valencias del Cid ( o que para Évora dá só 670 Km ). Vamos para nordeste com a realização do Souses ( 788Km ) , esta distãncia diz tudo e nesta kilometragem não há já factores condicionadores de entradas , há sim factores de cansaço de pombos a percorrer maiores distãncias . Quantos distritos fazem um calendário de fundo como nós ?

Sem sombra de dúvidas temos os melhores pombos de fundo do país e os melhores columbófilos !....

Havia na proposta que foi enviada para as colectividades um Calatayud mas com a desculpa de levar os de pombos de Portalegre saiu em plena assembleia geral e foi logo substituido por Valencia del Cid. É com estas medidas é que a assembleia não funciona em plena democracia porque está condicionada por mecanismos que lhe devem de ser alheios. Então a Direcção não sabia desse transporte de Portalegre quando fez a proposta com a realização do Calatayud ás colectividades?

Mas não nos chegava já quatro provas de fundo á volta de Valencia ? Foi preciso arranjar por artes mágicas mais uma?

Continuo a dizer o mesmo, O distrito de Évora com as inscrições que tem tido só com os pombos do nosso distrito não precisa do Portalegre . Se Portalegre cá está tem de se sujeitar ás regras de quem faz o transporte e nunca pode ser de outro modo. Além de que com o Portalegre a ir a todas as provas connosco falseia a verdade desportiva, condiciona a mesma e prejudica seriamente os interesses dos columbófilos do nosso distrito.

Com este calendário de fundo mais uma vez vão ser beneficiados as colectividades a leste e a sul como têm sido de há dois anos a esta parte. São penalizadas todas as que voam mais e principalmente as centrais e as de norte. Porquê ? ( Pensem por favor....