NotíciasVisitas: Contador de Visitas 
" Opinião meramente pessoal " 11-10-2017

Há dias no Jornal Mundo Columbófilo abordei as diversas eleições que se estavam a efectuar ou que se iriam realizar em vários distritos e toquei como não podia deixar de ser no distrito a que pertenço , o de Évora.

Expliquei e clarifiquei quase hierarquicamente os métodos que deviam de levar á elaboração de uma lista para os próximos quatros anos  :

        - Numa primeira fase deveria tentar-se um esforço de alguns elementos que já estão nos corpos directivos para que continuassem e podia fazer-se uma ou outra substituição nalguns, que já estão mais cansados. Este método poucas vezes foi praticado no nosso distrito e foi na minha opinião negativo

        - Era um ponto de partida que me parece de enorme coerência pelo conhecimento que alguns tem de várias temáticas , sendo logo á partida uma mais valia

        - Disse que em relação á minha pessoa há disponibilidade mas ,terá de ser sempre em último recurso e, depois de todas as vertentes se terem esgotado. Até porque sempre tenho dito que deverá ser a geração mais nova que a minha assumir os destinos da Associação

 

Todos os que me conhecem sabem que nos últimos anos tenho sido uma voz contrária ao modo como os calendários tem sido elaborados e aprovados em Assembleias gerais. Pelo vistos este ano o que está já na forja não foge a regra e enquadra-se na mesma lógica. ( o que acho normal pois as pessoas que os fazem são os mesmos, até se verifica alguma coerência)

Mudar para quê se tudo correu ás mil maravilhas ?

Basta pensar no inicio da campanha e o facto de estarmos a soltar pombos no limite horário e num caso nem soltámos. Basta pensar no Soses que acabou em Valencia....( será que isto nada fez para se alterar ou corrigir  algo?)

Sempre me bati por ideias ! Nunca contra as pessoas! É certo que muitos não conseguem ver este distanciamento

Entendo que nem todos devemos ter as mesmas opiniões  e no meu caso pessoal até penso que estou nesta ladainha.... Mas mesmo só não cedo. O calendário deve ser elaborado , na sua génese, para dar resposta a globalidade das colectividades. Nada de beneficiar o A ou o B ou determinada ou determinadas colectividades e isto, só não vê quem não quer. 

Nos últimos anos tem havido ( na minha opinião ) um beneficio acentuado das colectividades a sul e a leste em detrimento do centro e das de norte. Há aqui um conjunto de interessses meramente pessoais , que se sobrepõem aos do coletivo. Mesmo com a quantidade de pombos enviados é altura de parar com a divisão em zonas para termos uma melhor leitura do que se passa. Até porque os pressuposto que estiveram na sua criação ja desapareceram. ( muitos pombos a voar, soltas até em separado e cerca de 12.000 euros em premios , tudo isto é uma fotografia do passado que não volta)

O calendário de Évora normalmente e desde que eu saí da Associação tem 12 provas de velocidade e Meio Fundo ( lembro-me perfeitamete já antes de sair o defendi mas outas forças se levantaram...). Na minha óptica essas provas deveriam ser 4 na linha de Siruela/ Ciudad Real/ , quatro na linha de navalmoral/ Madrid /  e as outras 4 que faltam serem realizadas em território português V. Formoso/ Bragança. ( não é saudosimo é apenas realidade e tentar resultados equilibrados )

A nivel do fundo são 6 provas , 3 deviam ser da linha de Valencia e as outras 3 na linha de Calatayud/ Lérida.

Já aqui estamos a ver que defendo uma posição que é radical com o que se tem disputado mas, as colectividade do centro e do norte merecem igual tratamento que as outras.

São ideias e de quem as tem eu nada receio. Tenho medo sim de uns que não tem ideias mas vão pela "calada" colocando as coisas como querem.

Estiveram cerca de nove dez colectividades na Assembleia que discutiu e aprovou o calendário para 2018. Não sei nem me interessa como a mesma decorreu mas este númerro de presenças é sem sombre de dúvida representativa da maioria do distrito e como tal temos um calendário aprovado em Assembleia geral ( tal como de há muito a esta parte , pois foi das primeiras "comissões columbófilas" a fazer esta discussão em Assembleia Geral). Posso discordar do articulado mas nunca do método e este terá de ser para respeitar.

Foram apenas ideias . Nada tem a ver com programas ou manifestos eleitorais ou algo semelhante ( não é aqui o espaço adequado para esse efeito ) . Sempre trabalhei ouvindo todos e nunca e apenas só com o que eu penso . Mas que há necessidade de se mudar não tenhamos dúvidas porque corremos o risco de perder todos e, os vencedores sem derrotados não aparecem.