HistóriaVisitas: Contador de Visitas 

António José, o pai, já havia sido columbófilo na sua mocidade tendo cedo deixado o desporto.

Em 2006, João Carvalho, o filho, após estimulo do saudoso Emídio Silva começa a ter o "bichinho". Nesse mesmo ano é construido o "pombal de voadores 1" com o objectivo de ter cerca de 60 pombos para concursar. Com o apoio de vários columbófilos da SCM rapidamente se constituiu uma equipa.

Em 2007, fruto da sua ida para a cidade de Coimbra, por motivos académicos, João de Carvalho "trás" de volta o pai à columbofilia. Ainda nesse ano, por ligações familiares conhecem Avelino Mourão e adquirem uma quantidade considerável da sua colónia devido aos seus problemas de saúde e consequente abandono deste desporto.

Em 2009, reconhecendo que o pombal inicialmente era reduzido para os objectivos traçados constroem o "pombal de voadores 2".  Introduzem na reprodução pombos provenientes essencialmente dos amigos Artur Gomes e Manuel Martins.

Em 2011 conseguem o primeiro titulo, uma Anilha de prata de meio fundo.

Em 2012 ampliam o espaço para voadores com o terceiro e último pombal, perfazendo uma superficie coberta de 17,5 m2.

Em 2014 conseguem os primeiros titulos de equipa: Campeão de Velocidade e Campeão de Fundo.

Ao longo dos anos têm adquiridos pombos de diversas linhas para enriquecimento da reprodução na ansia de conseguirem cada vez mais criar o melhor.

Desde então têm ganho várias anilhas e campeonatos.